Valei-nos, são José!

iG Minas Gerais |

Amados, hoje vamos orar, colocar nossos pedidos e agradecimentos no colo bendito de são José. É como diz a oração: “Meu glorioso são José, nas vossas maiores aflições e tribulações não vos valeu o anjo do Senhor? Valei-me, são José!” Nessa última quarta feira, comemoramos o dia de são José, o pai adotivo de Jesus. Por isso, hoje, vamos destacar um pouco da vida de José. Na plenitude dos tempos, o Filho de Deus se encarnou no seio puríssimo da Virgem Maria. Eis o mistério da fé, Deus desce até nós, torna-se homem, para elevar-nos à plenitude divina. Em Jesus, dá-se a união das duas naturezas, divina e humana. Manifestação do amor, a encarnação é maior de todas as obras de Deus, para que todos os homens possam libertar-se de seus pecados, seus vícios terrenos e alcançar a serena felicidade no cumprimento da vontade do Pai. José é descendente da casa real de David. Noivo de Maria ele foi visitado por um anjo que levou a ele a informação que Maria esperava um filho, segundo o anjo, o filho do “Sagrado Espírito”. Ele tomou Maria, a levou para Belém e estava presente no nascimento de Jesus. Avisado, de novo, por um anjo das intenções do rei Herodes, José levou Maria e Jesus para o Egito, e apenas retornaram para Nazaré quando outro anjo apareceu para José, avisando a ele sobre o falecimento do rei Herodes. José, homem muito justo, ao ver Maria grávida jamais a condenou, apenas guardou um respeitoso segredo. Muitos já se perguntaram: Como pode José ser declarado “justo”, se escondeu a falta de sua esposa? Mas na verdade não foi nada disso. O que aconteceu foi um testemunho em favor de Maria, pois José, conhecendo sua castidade e tocado pela sabedoria do Espírito Santo, esconde através do seu silêncio o acontecimento rodeado de mistério e que muitos, em sua ignorância, jamais entenderiam. José é denominado justo, pois, acima de tudo, tem o coração e a mente abertos para a vontade de Deus e empenha-se em realizá-la. Ele cumpre a missão designada pelo divino, com todo carinho e fidelidade. Fiel à consciência, formada pelos bons costumes e pela ordem moral, em sintonia com os princípios da Lei, ele aguarda o que pode acontecer. Em seu amor a Deus, José crê em seu propósito e realmente torna inimaginável e grandiosa, a missão do casal formado por José e Maria. José dedicou toda a sua vida para criar Jesus. Com dedicação e muito amor, defendeu os sagrados nomes de Maria e Jesus. Inclusive Jesus sempre o chamou de pai e queria ser conhecido como filho de José. Hoje, separe alguns minutos de seu dia para pedir a intercessão de são José, para que o pai de Jesus nos proteja sempre! Deus abençoe! Padre Marcelo Rossi

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave