Incra cria dois assentamentos para 113 famílias em Minas

Os assentamentos foram criados na cidade na fazenda Ariadinópolis em Goianá, na Zona da Mata e o outro em Campo do Meio, no Sul de Minas, com capacidade para 100 famílias.

iG Minas Gerais | Da redação |

O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária de Minas Gerais (Incra-MG) criou ontem dois assentamentos rurais com capacidade para 113 famílias. Duas portarias instituindo os assentamentos foram publicadas no “Diário Oficial da União” (DOU) nessa quinta-feira (21).

Os assentamentos foram criados na cidade na fazenda Ariadinópolis em Goianá, na Zona da Mata - com capacidade para 13 famílias - e outro em Campo do Meio, no Sul de Minas, com capacidade para 100 famílias.

Em Campo do Meio foi criado o assentamento Dênis Gonçalves, na fazenda Fortaleza de Santana, que foi desapropriada após decreto presidencial declarando interesse social pela imóvel para fins de reforma agrária em dezembro de 2011.

Apesar de apenas 1,9 mil dos 4,6 mil hectares da fazenda ser passível de exploração por trabalhadores rurais, o imóvel apresenta potencial para exploração de turismo rural já que é constituído de patrimônio histórico e arqueológico. A fazenda vai servir ainda para atividades de pecuária leiteira, horticultura, produção de grãos e eucaliptos.

Já os 300 hectares da fazenda Ariadinólpolis que constituem o segundo assentamento, o Nova Conquista II, foram doados ao Incra pela Secretaria de Patrimônio da União em setembro de 2011.

A área foi concedida à União em ação de execução fiscal por dívidas do antigo proprietário. No local é possível realizar a plantação de grãos como milho e feijão que já são cultivados pelas famílias que vivem no local.

Com a criação dos dois novos assentamentos, o Incra/MG contabiliza 275 assentamentos no estado com  capacidade para 15,9 mil famílias de agricultores familiares. (Com informações da assessoria de imprensa do Incra)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave