Adolescentes suspeitos de ataques a ônibus são apreendidos em Itajubá

Ação dos infratores foi determinada por um presidiário que estaria insatisfeito com o tratamento recebido na unidade prisional; segundo delegado, as investigações ainda não terminaram

iG Minas Gerais | Da redação |

Dois adolescentes, de 16 e 14 anos, foram apreendidos, apontados como suspeitos de serem executores dos atentados aos ônibus ocorridos em fevereiro deste ano, em Itajubá, no Sul do Estado. A investigação da autoria dos ataques a casas de agentes penitenciários e dos episódios em que ônibus foram incendiados se encontra em fase avançada, segundo o delegado Pedro Henrique Bezerra, titular da Delegacia Regional de Itajubá. O delegado informou ainda que o presidiário Matheus Felipe Florêncio Santana, de 19 anos, que cumpre pena por tráfico de drogas, foi identificado como sendo um dos mandantes dos ataques. Ele teria agido de dentro do presídio, determinando a ação dos comparsas. Com base nas apurações da polícia, a motivação teria sido a revolta de presos que cumprem pena no local, alegando que estão tendo seus direitos violados na unidade prisional. O delegado antecipa, no entanto, que não apurou qualquer violação dos direitos dos presidiários. “A investigação prossegue, visando a localização e prisão de todos os envolvidos nos eventos”, anuncia. O jovem de 14 anos foi apreendido na segunda-feira (17), quando policiais cumpriram mandado de busca e apreensão e acabaram localizando com ele uma arma utilizada nos crimes. O menor confessou a participação em um dos ataques a ônibus e no atentado contra a residência de um agente de segurança penitenciária. Já o adolescente de 16 anos foi apreendido no sábado (15), por determinação da Justiça.  

Leia tudo sobre: itajubáataquesônibusinvestigaçãomenoresapreendidos