Clima na Toca II é mais sério após empate contra Defensor

Resultado ruim coloca classificação da Raposa a perigo; agora só duas vitórias salvam participação azul na primeira fase

iG Minas Gerais | BRUNO TRINDADE |

O clima na Toca da Raposa II pelo resultado que complicou a vida do Cruzeiro na Copa Libertadores da América está mais sério, sem brincadeiras no campo, bem diferente da descontração dos jogadores no último treino antes do duelo com os uruguaios. O elenco sentiu muito o empate contra o Defensor-URU, já que a Raposa estava com a partida nas mãos e levou o gol nos últimos segundos, aos 48 minutos do segundo tempo.

Os jogadores se reapresentaram na tarde desta sexta-feira, e já iniciaram a preparação para o duelo com o Boa, domingo, em Varginha, pela primeira partida das semifinais do Campeonato Mineiro.

Os reservas foram para campo e fizeram um treino técnico em campo reduzido. O volante Nilton e os atacantes Elber e Willian, que participaram do jogo contra o Defensor-URU, estiveram presentes na atividade.

Os outros jogadores que participaram do jogo fizeram apenas um trabalho regenerativo. Os jogadores se reapresentam na manhã deste sábado quando iniciam a concentração para o jogo contra o Boa.

Leia tudo sobre: cruzeiroraposalibertadores