Real celebra Borussia sem Lewandowski no primeiro jogo

Em 2012/2013, o jogador ajudou a definir a classificação dos alemães diante do time espanhol ao fazer quatro gols na goleada por 4 a 1 na ida

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Como na semifinal da temporada passada, o Real Madrid terá pela frente o Borussia Dortmund em confronto de mata-mata da Liga dos Campeões da Europa. O sorteio desta sexta-feira definiu que as duas equipes se enfrentarão nas quartas de final. Se em 2012/2013 Lewandowski ajudou a definir a classificação dos alemães, ao fazer quatro gols na goleada por 4 a 1 do jogo de ida - a volta foi 2 a 0 para o Real -, desta vez o centroavante está fora da primeira partida, que acontecerá em Madri, por suspensão.

"Lewandowski é um homem fundamental, sem dúvida, para o jogo ofensivo. Sabemos que o Borussia tem jogadores de grande talento, mas, sem dúvida, não contar com Lewandowski deve produzir um impacto negativo e esperamos que nós aproveitemos", declarou o diretor do Real Madrid, o ex-jogador Emilio Butragueño.

Com chances apenas matemáticas de faturar o Campeonato Alemão, o Borussia Dortmund joga todas suas fichas na Liga dos Campeões, na qual chegou à decisão na temporada passada, perdendo para o Bayern de Munique. Até por isso, o técnico do Real Madrid, Carlo Ancelotti, espera um adversário bastante motivado nestas quartas de final.

"Eles estão fora do Campeonato Alemão e acredito que na Liga dos Campeões estarão muito motivados. É uma equipe de qualidade, com boa organização, sobretudo defensiva, e com um grande contra-ataque. Para ganhar, vamos precisar de coragem e personalidade", avaliou.

Para Butragueño, o confronto será equilibrado, mas o Real poderia ter adversários mais difíceis nesta fase da competição. "É certo que aparentemente havia rivais mais fortes, todos sabemos que o Bayern está em um momento em que ninguém queria enfrentá-lo. O Borussia nos eliminou ano passado. É verdade que nesta temporada não vem tendo o mesmo rendimento, mas ainda assim é muito competitivo e temos que ter cuidado".

Se o Borussia não vive a mesma fase da temporada passada, o Real Madrid parece ter evoluído e atravessa grande momento. O técnico do time alemão, Jürgen Klopp, admitiu que espera muita dificuldade no confronto, mas evitou lamentar. "Quando se classifica muitas vezes para as quartas de final, deve-se esperar enfrentar o mesmo adversário. Temos que aproveitar as poucas chances que teremos".

Leia tudo sobre: real madridcomemoraborussiasemlewandowskiprimeirojogoliga dos campeoes