Flu perde por 3 a 1 fora em estreia na Copa do Brasil

Horizonte surpreendeu o time carioca, favorito no confronto, e construiu uma boa vantagem para o duelo de volta

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

O Fluminense abusou dos gols perdidos, pecou na marcação e ficou muito longe de sua meta na estreia na Copa do Brasil, na noite dessa quinta-feira. O time carioca foi ao Ceará com pretensão de eliminar o Horizonte logo na primeira partida, mas perdeu por 3 a 1 e agora terá que vencer no Rio por pelo menos 2 a 0 para seguir na competição.

Pensando na vitória por dois gols, o técnico Renato Gaúcho mudou o ataque e escalou Walter e Fred juntos desde o começo pela primeira vez - Rafael Sobis ficou no banco. Na defesa, o Fluminense seguiu sem poder contar com o lateral-direito Carlinhos, ainda fora da forma física ideal.

Do outro lado, o Horizonte nem de longe pareceu o time que vem se mostrando frágil no Campeonato Cearense. Eficiente na marcação e rápida nos contragolpes, a equipe da casa chegou à meta adversária várias vezes ao longo do jogo. E abriu o marcador aos 12 minutos, quando Dico recebeu da direita, girou o corpo e chutou no contrapé de Diego Cavalieri.

O Fluminense, porém, não tardou a empatar. Aos 15, Conca recebeu passe de Walter na pequena área e apenas empurrou para o gol. Dali até o fim do primeiro tempo, o Tricolor Carioca teve pelo menos duas ótimas chances para virar o marcador, mas falhou na hora de finalizar - sobretudo Fred, que perdeu um gol da pequena área aos 43.

Sentindo dores musculares, Conca e Diguinho não voltaram para o segundo tempo, cedendo lugar para Biro Biro e Wagner. Sem o argentino, o Fluminense perdeu em qualidade na ligação e em posse de bola na frente.

Já o Horizonte seguiu com sua estratégia da primeira etapa, explorando contragolpes e as falhas do sistema defensivo do Fluminense. Numa delas, aos 18, Marciel recebeu passe na esquerda, Chiquinho errou na marcação e o atacante chutou rasteiro, cruzado, colocando o time cearense novamente na frente.

A partir daí o esquema de jogo do Fluminense desandou de vez. Renato colocou o jovem Kenedy no ataque, que perdeu dois gols da pequena área. Ao mesmo tempo, o Horizonte sentiu que tinha condições de bater o adversário, franco favorito, e se manteve atacando. Até que aos 46, Jajá recebeu na entrada da área, chutou rasteiro e definiu o placar.

OUTRO RESULTADO - Na região do ABC Paulista, por falta de energia elétrica, houve atraso de 50 minutos no jogo entre São Bernardo e Paraná, que terminou empatado por 1 a 1. O Tricolor Paranaense saiu na frente com Giancarlo, mas sofreu o empate no final do primeiro tempo com um gol de Marino. A volta será dia 16 de abril, em Curitiba, com o 0 a 0 beneficiando o Paraná por ter marcado um gol fora de casa. O empate por dois gols ou mais dará a vaga ao time paulista.

FICHA TÉCNICA HORIZONTE 3 x 1 FLUMINENSE GOLS - Dico, aos 12, e Conca, aos 15 minutos do primeiro tempo; Marciel, aos 18, e Jajá, aos 46 minutos do segundo tempo. ÁRBITRO - Caio Max Augusto Vieira (RN). CARTÃO AMARELO - Albano. RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis. LOCAL - Estádio Domingão, em Horizonte (CE).

HORIZONTE - Jefferson; Diego Maradona (Franklin), Douglas, Ramon e Rick; Albano, Rafael Tchuca, Fernando Sobral (Adriel Goiano) e Diego Palhinha (Jajá); Marciel e Dico. Técnico: Roberto Carlos.

FLUMINENSE - Diego Cavalieri; Bruno, Gum, Elivelton e Chiquinho; Valencia, Diguinho (Wagner), Jean e Conca (Biro Biro); Walter (Kenedy) e Fred. Técnico: Renato Gaúcho.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave