Atlético-PR vence em casa e lidera grupo na Libertadores

Com a vitória, o clube paranaense tem a melhor campanha entre os brasileiros, com nove pontos

iG Minas Gerais | Agência Estado |

Felipe, Bruno Mendes e Ederson marcaram os gols da vitória do Furacão sobre a equipe peruana
Reprodução Facebook Cap
Felipe, Bruno Mendes e Ederson marcaram os gols da vitória do Furacão sobre a equipe peruana

O Atlético Paranaense conquistou a segunda vitória seguida na Copa Libertadores, nesta quinta-feira, ao superar novamente o Universitario, pelo placar de 3 a 0, no Estádio Durival de Britto, em Curitiba. Sem contar com Adriano, com dores musculares, o time subiu para a primeira colocação do Grupo 1 e ficou mais perto da classificação às oitavas de final. Com o resultado, o Atlético chegou aos mesmos nove pontos do Vélez Sarsfield, mas ocupa a liderança por se sair melhor nos critérios de desempate. Já o Universitario, derrotado pelo time brasileiro na rodada passada, continua na quarta e última posição da chave, ainda sem pontuar, e já não tem mais chances de classificação. Outro clube do grupo, o The Strongest soma seis pontos. Diante do pior time da Libertadores até agora, o Atlético não teve dificuldade para se impor em campo desde o apito inicial. O time mandante partiu para o ataque nos primeiros minutos e foi premiado com o gol de Bruno Mendes logo aos 9. Mirabaje acionou o atacante, que entrou na área em velocidade e finalizou para as redes.  Ainda no primeiro tempo, o Atlético desperdiçou chance incrível para aumentar a vantagem. Aos 33, Douglas Coutinho esbarrou em Carvallo e tirou o goleiro da jogada, abrindo espaço para conclusão de Ederson. Dentro da área e sem goleiro, o atacante pegou mal e mandou para fora. Depois da vacilada, o Atlético voltou a criar boas chances no segundo tempo. Aos 8, Mirabaje finalizou da marca do pênalti, mas mandou longe. Oito minutos depois, Felipe não perdoou ao receber grande passe de Bruno Mendes e mandar para as redes. A bola acertou a trave antes de entrar. Embalado, o Atlético passou a dominar o jogo com maior tranquilidade a partir dos 30 minutos da etapa final. O Universitario até tentava reagir, mas era neutralizado com rapidez pela defesa brasileira. Assim, o Atlético investia na base da velocidade. Mas o terceiro gol só saiu com uma ajuda da defesa peruana. Dalton recuou para o goleiro Carvallo, que deu uma furada incrível e viu a bola sobrar nos pés de Ederson. O atacante só teve o trabalho de completar para o fundo do gol. O Atlético volta a campo pela Libertadores na próxima semana para enfrentar o The Strongest, na Bolívia, quarta-feira.

Leia tudo sobre: Atlético-PRfutebolLibertadoresvitóriauniversitárioPerufuracãoliderança