Policiais federais entregam pizza em protesto no Aeroporto de Confins

Além de entregar o alimento simbólico para passageiros, os cerca de 80 policiais também usaram terno e nariz de palhaço na manifestação; intenção é mostrar que trabalho feito pela PF em aeroportos é ineficiente por falta de profissionais

iG Minas Gerais | Da redação |

Cidades - Belo Horizonte - MG
Policiais Federais entregam pizza no aeroporto de Confins .

FOTOS: FERNANDA CARVALHO / O TEMPO  - 20.03.2014
FERNANDA CARVALHO / O TEMPO
Cidades - Belo Horizonte - MG Policiais Federais entregam pizza no aeroporto de Confins . FOTOS: FERNANDA CARVALHO / O TEMPO - 20.03.2014

Os agentes, escrivães e papiloscopistas da Policia Federal de Minas Gerais (PFMG), entregaram pizzas aos passageiros que embarcavam e desembarcavam na tarde desta quinta-feira (20), no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, o aeroporto de Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte.

O movimento teve como objetivo chamar a atenção da sociedade e do governo federal para as condições de trabalho da categoria, como segurança, reconhecimento das atribuições de nível superior e reestruturação do plano de carreira.

Durante a ação, os policiais usaram ternos e nariz de palhaço como forma de protesto. Segundo a assessoria do Sindicato dos Policiais Federais no Estado de Minas Gerais (SINPEF-MG), cerca de 80 agentes participaram do movimento.

“Escolhemos os aeroportos para nos manifestar pois, entre outros setores, é um local de extrema fragilidade no país. Existe um número mínimo de policiais federais trabalhando nos aeroportos, o trabalho, que era pra ser feito por agentes federais, está sendo realizado por servidores públicos, sem nenhum preparo. Devido às péssimas condições de trabalho e à demora na aceitação nas análises das denuncias realizadas pela categoria, o trabalho da PF é hoje ineficiente ”, diz o presidente do SINPEF-MG, Rodrigo Porto.

O protesto também aconteceu em outros aeroportos do país, como no Aeroporto Internacional dos Guararapes, no Recife, no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro, o Galeão, no Aeroporto Internacional Salgado Filho, no Rio Grande do Sul, entre outros.

Segundo informações da assessoria de comunicação da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), a data foi escolhida em alusão ao Dia Internacional do Contador de Histórias, comemorado no dia 20 de março, associando os contadores de histórias com políticos que não cumprem as promessas feitas aos trabalhadores do país.

Durante a ação, os dirigentes sindicais inspecionaram as condições de trabalho dos policiais federais no aeroportos brasileiros. Foram checados itens como estrutura de segurança, recursos humanos e equipamentos, assim como o cumprimento dos protocolos de segurança no embarque e desembarque de pessoas e mercadorias. Os resultados da inspeção sindical vão compor um relatório que será divulgado na semana que vem em cada cidade que aconteceu o movimento. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave