Justiça determina contratação de agentes em presídio de Campina Verde

Cadeia tem capacidade para 26 presos e se houver superlotação, os detentos devem ser transferidos., segundo decisão judicial.

iG Minas Gerais | Natália Oliveira |

A Justiça de Minas Gerais determinou que o Estado transfira os presos da cadeia pública de Campina Verde, no Triângulo Mineiro, caso haja superlotação e contrate mais agentes penitenciários. Os pedidos foram feitos pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG). 

De acordo com a assessoria de imprensa da promotoria, a cadeia da cidade está em mau estado de conservação e estava funcionando com apenas três agentes penitenciários, o que é insuficiente segundo o MPMG. 

 O  presídio tem capacidade para 26 presos, segundo a Justiça, sendo 22 do sexo masculino e quatro do feminino, se o número exceder, os presos devem ser transferidos.

Além disso, a Justiça determinou que o Estado contrate mais dois agentes penitenciários de imediato, até que seja feito um concurso público ou que faça remanejamento de agentes que atuam em outras penitenciárias.  Caso não cumpra a medida, a multa para o Estado varia entre R$ 2.000 a R$ 5.000 por dia.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave