Grêmio empata no fim e lidera grupo na Libertadores

Equipe gaúcha teve um jogo difícil na Argentina, mas conseguiu arrancar um empate do Newell's Old Boys

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Em jogo difícil, Grêmio conseguiu um ponto fundamental na Argentina
REPRODUÇÃO/GRÊMIO
Em jogo difícil, Grêmio conseguiu um ponto fundamental na Argentina

Com um gol marcado por Rodholfo aos 46 minutos do segundo tempo, o Grêmio calou a fanática torcida argentina no Estádio Marcelo Bielsa, na noite desta quarta-feira, em Rosário, garantiu o empate por 1 a 1 com o Newell's Old Boys e assegurou lugar na liderança isolada do Grupo 6 da Copa Libertadores.

Com o resultado obtido na Argentina, o time gaúcho chegou aos oito pontos e ficou um à frente do Atlético Nacional, da Colômbia, que na última terça assumiu a vice-liderança ao bater o Nacional, no Uruguai, por 1 a 0, na abertura da quarta rodada desta chave. Já o Newell's se manteve em situação delicada, no terceiro lugar, agora com cinco pontos.

Na penúltima rodada do Grupo 6, o Grêmio voltará a jogar no dia 2 de abril, contra o Atlético Nacional, em solo colombiano, enquanto o Newell's irá até Montevidéu para encarar o Nacional, na próxima quarta-feira.

O jogo

Sem poder contar com Zé Roberto, lesionado, o técnico Enderson Moreira mandou o time gremista a campo com Dudu escolhido como substituto para o meio-campo. E, como no jogo contra o Newell's na semana passada, em Porto Alegre, o confronto foi truncado, com muita força física das duas equipes e lances ríspidos na disputa pela bola.

Em meio a este cenário, as equipes sofriam para criar jogadas e para chegar na grande área adversária. Assim, o primeiro bom lance ofensivo do jogo só foi sair aos 16 minutos, quando Figueroa recebeu a bola pelo lado esquerdo, cortou para o meio e soltou a bomba de fora da área. Marcelo Grohe, que teve grande atuação, fez bela defesa e espalmou para escanteio.

Tímido na frente e com Barcos bem marcado, coube a Pará ser o primeiro gremista a dar maior trabalho a Guzmán. Em cobrança de falta a um passo da meia-lua, ele acertou o canto esquerdo do goleiro, que se esticou todo para evitar o gol.

Substituto de Zé Roberto, Dudu conseguiu aparecer pela primeira vez na frente aos 37 minutos, quando foi lançado pela esquerda e com a opção de tocar para Barcos, que fechava pelo meio, chutou por cima do gol.

O Newell's, se sofria para articular jogadas ofensivas, quando chegava levava perigo. Aos 45, após receber lançamento da direita de Bernardi, Figueroa dominou na grande área e bateu cruzado, obrigando Grohe a cair e fazer boa defesa.

Na etapa final, o Grêmio voltou sem mudanças na equipe e, logo na boa primeira investida ofensiva do rival argentino, quase levou o gol ao ver Bernardi acertar o travessão de Marcelo Grohe.

A resposta gremista veio aos 10 minutos, quando Ramiro foi lançado por Luan e finalizou para Guzmán defender. Mas o novo susto não tirou a coragem do Newell's, que viu Grohe praticar um "milagre" já aos 12 minutos. Após falta batida da direita, Ponce cabeceou no ângulo esquerdo do goleiro, que se esticou todo e espalmou para a bola bater no travessão, quicar perto da linha e voltar para a sua mão.

O empate, à aquela altura, parecia fadado a acontecer. Riveros por pouco não colocou o Grêmio na frente aos 28 minutos, quando Riveros foi lançado na direita, invadiu a área e chutou forte para ótima defesa de Guzmán.

Porém, aos 33 minutos, veio o castigo para o Grêmio. Depois de falta batida pelo lado direito, a zaga do Grêmio cochilou ao hesitar duas vezes na hora de fazer o corte. E a bola acabou sobrando para Maxi Rodríguez, que bateu de primeira. Grohe, com a visão encoberta, deixou a bola passar por debaixo de seus braços, em uma bola que parecia defensável.

A derrota também parecia certa para o Grêmio, mas, no apagar das luzes, aos 46 minutos, Barcos recebeu pela esquerda, ajeitou o corpo para cruzar de pé direito e achou Rodholfo, que fechou pelo meio e cabeceou para as redes, decretando o 1 a 1.

Ficha Técnica

Newell's Old Boys 1x1 Grêmio

Newell's Old Boys - Guzmán; Cáceres, López, Heinze e Casco; Bernardi (Castro), Villaba e Banega (Orzán); Figueroa, Ponce (David Trezeguet) e Maxi Rodríguez. Técnico: Alfredo Berti.

Grêmio - Marcelo Grohe; Pará (Everaldo), Werley, Rodholfo e Wendell; Edinho (Alan Ruiz), Ramiro, Riveros e Dudu; Luan e Barcos. Técnico: Enderson Moreira.

Gols - Maxi Rodríguez, aos 33, e Rodholfo, aos 46 minutos do segundo tempo.

Árbitro - Carlos Vera (EQU).

Público e renda - Não disponíveis.

Local - Marcelo Bielsa, em Rosário (Argentina).