Paulo Autuori pede mais toque de bola e menos desespero ao Atlético

Treinador alvinegro acredita que equipe ainda irá evoluir muito neste começo de temporada 2014

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Desde sua chegada ao Atlético, o técnico Paulo Autuori busca colocar em ação um estilo de jogo com mais posse de bola e menos lançamentos longos para o ataque, como acontecia sob o comando de Cuca. Os jogadores alvinegros comentam em entrevistas que o treinador sempre bate nesta mesma tecla em treinamentos e intervalos de partidas, fato que marca a principal mudança desde a vinda de Autuori a Belo Horizonte. No empate em 1 a 1 contra o Nacional-PAR na noite desta quarta-feira, o comandante atleticano queixou-se sobre a falta de posse de bola de sua equipe no Independência e espera que seus atletas tenham mais calma para conseguirem controlar os próximos jogos e fazer o ataque funcionar com mais fluidez. "Precisava trabalhar um pouco mais a posse de bola, ter mais calma.  Nós facilitamos a maneira do adversário defender. A gente pensou que a bola boa é a bola logo lá no ataque, de qualquer jeito. Mas não faltou luta nossa para tentar a vitória", comentou Autuori. Ao ser questionado sobre qual seria em detalhes o 'estilo Autuori' que ele deseja implementar no Atlético, o técnico alvinegro, inicialmente, esquivou-se, mas voltou a repetir a ânsia em vez seus comandados com mais controle da bola para facilitar o trabalho dos atacantes. "Não sei o que é estilo de jogo do Paulo. Sempre respeito a característica dos jogadores; não tem coisa pronta. A equipe tem de ter mais a posse de bola, controlar o jogo, não entrar na pilha de fazer a bola chegar lá na frente de qualquer maneira", repetiu o treinador. O próximo desafio do Atlético na temporada será a semifinal do Campeonato Mineiro contra o América. A partida será às 16h deste domingo. O jogo sequente do Galo na Libertadores será diante do Santa Fe em duelo a ser disputado às 23h, em Bogotá, na Colômbia.

Leia tudo sobre: atleticogaloautuorinacionallibertadorestoque de bola