Juiz federal pede exoneração do cargo após ironizar CNJ no Facebook

Marcelo Cesca está afastado do cargo desde 2011 quando sofreu um surto psicótico

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região de Brasília recebeu um pedido de exoneração do juiz federal afastado Marcelo Cesca, que ironizou no Facebook a demora do Conselho Nacional de Justiça em analisar a volta dele ao trabalho. A instituição declarou não haver um prazo definido para um retorno em relação ao pedido.

O juiz que esta afastado do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) desde 2011, após ter tido um surto psicótico, postou em fevereiro na sua página do Facebook uma foto com a namorada. Na legenda da imagem, o juiz relatou o tempo que está afastado dos trabalhos e a demora para o CNJ em analisar a volta dele as atividades enquanto ele recebe R$ 22 mil mensais.

Em maio de 2013, Marcelo foi avaliado por três psiquiatras e considerado apto ao trabalho. Em fevereiro deste ano, o Tribunal Regional Federal da 1ª Região declarou, após o caso ganhar repercussão, estar empenhado para resolver o problema.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave