Investigação indica que são 30 grupos

iG Minas Gerais |

SÃO PAULO. A Polícia Civil de São Paulo investiga 30 grupos de molestadores que atuam no Metrô e na Companhia Paulista de Transporte Metropolitano (CPTM). Eles têm páginas no Facebook e em outras mídias sociais nas quais estimulam atos obscenos em mulheres no sistema metroviário.

Na tarde de ontem, policiais foram à casa do homem que filmava as partes íntimas de mulheres na Estação da Sé para apreender o seu computador. A Delpom já contabiliza 17 casos semelhantes apenas neste ano – um registrado como estupro e os demais como importunação ofensiva.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave