Policiais mineiros recebem treinamento de agentes do FBI para a Copa

No total, já são mais de 1350 policiais capacitados para o evento; a Copa do Mundo, no entanto, dura apenas um mês

iG Minas Gerais | VICTOR MARTINS - Especial para O TEMPO |

Segurança é o assunto que mais preocupa o torcedor brasileiro para a Copa do Mundo. A promessa de novas manifestações contra a realização do Mundial, ainda mais depois de tudo o que aconteceu durante a Copa das Confederações em 2013, tem tirado o sono dos governantes e dos organizadores.

Segundo um relatório reservado da presidência sobre as 12 cidades-sede, revelado nesta quarta-feira pelo jornal “O Globo”, a grande preocupação em Belo Horizonte é a segurança. No entanto, a Secretaria-Geral da Presidência da República divulgou nota alegando que são resultados inconclusos, já que tratam de consultas informais.

Os policiais do Estado estão passando por uma série de cursos. O último deles foi com dois agentes do FBI (Federal Bureau Investigation) sobre a investigação de crime organizado.

Como os norte-americanos não podiam dar entrevistas e aparecer em fotos ou filmagens, por conta de segurança, quem falou sobre o assunto foi o delegado geral de polícia e diretor adjunto da Acadepol Jorge Wagner Ribeiro Barbosa.

“O curso serve para manter nossos policiais atualizados. Além disso, todos vão servir como multiplicadores, já que tivemos 308 inscritos e apenas 45 vagas para esse curso”, explicou o delegado, garantindo que a polícia em Minas já está preparada para receber a Copa.

Alguns dos cursos para os policiais foram de atendimento ao público, línguas (inglês e espanhol), libras (conversa por sinais), atuação em grandes eventos e combate ao tráfico de pessoas.

No total, já são mais de 1350 policiais capacitados para o evento. A Copa do Mundo, no entanto, dura apenas um mês. “Temos muitos policiais preparados já. E esse é um dos legados que vamos ter depois do Mundial”, explicou.

O curso ministrado pelos americanos começou na segunda-feira e vai até amanhã. Por conta do sucesso na procura, a embaixada norte-americana foi solicitada para ter novas turmas.

A próxima etapa na preparação dos policiais mineiros vai ser um curso sobre Fisiognomonia. O nome é complicado, mas consiste num método que ajuda a saber se o interrogado está mentindo. Isso através de gestos, expressões faciais e postura do entrevistado.

A grande preocupação em Belo Horizonte segue com as manifestações. Para se prevenir, a polícia já faz um trabalho de inteligência para evitar grandes confusões nos dias de jogos.

Ao todo, o Mineirão vai receber seis partidas. Entre os duelos da primeira fase, o de grande preocupação é o confronto entre Costa Rica e Inglaterra, dia 24 de junho. Além das partidas das oitavas-de-final e da semifinal, já que ambas podem ter a Seleção Brasileira diante de equipes tradicionais.