Van Persie faz três, Manchester vence Olympiakos e avança na Liga

No jogo de ida, na Grécia, Red Devils perderam de 2 a 0, levantando dúvidas sobre sua capacidade de seguir na competição

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Van Persie deu show em vitória do Manchester United sobre o Olympiakos
PÁGINA OFICIAL/FACEBOOK/DIVULGAÇÃO
Van Persie deu show em vitória do Manchester United sobre o Olympiakos

Todos os campeões de seus grupos na primeira fase da Liga dos Campeões estão nas quartas de final da competição. Equipe que mais corria risco de ser eliminada precocemente, o Manchester United venceu o Olympiakos por 3 a 0, nesta quarta-feira, em Old Trafford, com três gols de Van Persie, e também carimbou o passaporte para esta que promete ser uma das fases finais mais fortes de todos os tempos.

Estão nas quartas de final os três times mais tradicionais do futebol espanhol (Barcelona, Real Madrid e Atlético de Madrid), os finalistas da edição passada (Bayern de Munique e Borussia Dortmund, que venceram o Alemão nas últimas quatro temporadas), o poderoso PSG (atual campeão francês), além de Chelsea e Manchester United, donos de oito das últimas nove taças do Inglês.

No jogo de ida, na Grécia, o Manchester havia perdido de 2 a 0, levantando dúvidas sobre sua capacidade de seguir na competição. Na primeira temporada com David Moyes no lugar do aposentado Alex Ferguson, a equipe é apenas a sétima colocada do Inglês e, ao que tudo indica, ficará fora da Liga dos Campeões na próxima temporada, algo que não acontece desde 1996.

A camisa, porém, segue tendo um peso enorme. Tanto que o Manchester foi gigante nesta quarta. Abriu o placar num pênalti contestável, aos 25 minutos, com Van Persie. O holandês ampliaria ainda no primeiro tempo, nos acréscimos, desviando de primeira o cruzamento rasteiro de Rooney.

Precisando de mais um gol para evitar os pênaltis, o Manchester fez o terceiro de falta, aos 7 do segundo tempo, novamente com Van Persie, desta vez de falta. O Olympiakos, em busca do gol da classificação, pressionou. De Gea fez pelo menos duas grandes defesas, uma delas impressionante, com o pé.