Movimentos protocolam documento no MPMG pedindo melhorias nos ônibus

Grupo quer que o MPMG abra inquérito para investigar os horários dos ônibus, principalmente no período noturno; documento foi entregue com 4.000 assinaturas de moradores da cidade

iG Minas Gerais | Natália Oliveira |

Para população, o benefício do não-aumento das passagens na cidade é anulado com redução de veículos
João Lêus
Para população, o benefício do não-aumento das passagens na cidade é anulado com redução de veículos

Cerca de 20 movimentos sociais foram ao Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), na tarde desta quarta-feira (19), e protocolaram uma representação pedindo melhorias no transporte público da cidade. O objetivo, segundo os movimentos, é que o MPMG abra um inquérito para verificar os horários dos coletivos, principalmente durante a noite.

“Nos fins de semana e nos feriados algumas linhas funcionam em horário reduzido o que prejudica muito a população. Muitos estudantes voltam de noite para casa e não conseguem um transporte público de qualidade”, reclamou secretaria executiva do Observatório de Olho nas Cidades, Palowa Mendes.   Ainda de acordo com o movimento, em diversos bairros da cidade os coletivos não funcionam depois das 23h e algumas linhas que servem como alimentadoras até estações do metrô são retiradas em alguns bairros no fim de semana.

Um documento com 4.000 assinaturas de moradores de vários bairros foi entregue ao MPMG. As assinaturas foram recolhidas por associações de bairros e núcleos de moradias. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave