Com dores na coxa, Adriano volta a desfalcar Atlético-PR

Jogador tem um edema no músculo posterior da coxa direita e deve retornar aos gramados em duas semanas

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Adriano disse que a noite dessa quinta-feira será inesquecível para ele
Gustavo Oliveira / Site Oficial
Adriano disse que a noite dessa quinta-feira será inesquecível para ele

Adriano vai desfalcar o Atlético-PR novamente na Copa Libertadores. Após ficar fora da partida contra o Universitario, quando o time brasileiro venceu por 1 a 0, o atacante não entrará em campo nesta quinta-feira, no Estádio Durival de Britto, em Curitiba. O adversário será novamente o time peruano.

Desde que voltou aos gramados após dois anos sem jogar, Adriano atuou nas duas primeiras rodadas da fase de grupos da Libertadores. Contra o The Strongest, entrou aos 40 minutos do segundo tempo. Depois, na derrota diante do Vélez Sarsfield, jogou pouco mais de oito minutos.

O atacante passou por exames médicos na manhã desta quarta-feira. Recuperado de uma lombalgia - que o tirou da última partida na Libertadores -, Adriano agora reclama de dores musculares. O jogador tem um edema no músculo posterior da coxa direita e deve retornar aos gramados em duas semanas.

Além de Adriano, o Atlético-PR terá outros desfalques no seu setor ofensivo. O atacante Mosquito teve constatada uma lesão de grau um no músculo posterior da coxa direita. A sua previsão de retorno é a mesma de Adriano - duas semanas.

Já o atacante Marcelo se recupera de uma lesão muscular na coxa esquerda, enquanto o meia Zezinho está em fase final de recuperação de uma lesão no músculo vasto medial e no reto femural.

O Atlético-PR precisa da vitória. O time paranaense é o terceiro colocado do Grupo 1 da Libertadores, com seis pontos, mesma pontuação do The Strongest, que já jogou quatro vezes na competição e é o vice-líder. O Vélez soma nove pontos, com três vitórias em quatro partidas. Uma vitória por quatro gols de diferença coloca o clube brasileiro na liderança da chave. A partida contra o Universitario, que ainda não pontuou, terá início às 17h30.