Com um gol por jogo na Libertadores, Jô mira novamente a artilharia

Somando os gols da atual temporada com os do ano passado, o atacante já se tornou o jogador que mais marcou pelo Galo na Libertadores

iG Minas Gerais | FREDERICO RIBEIRO |

Será o quarto clássico de Jô contra o Cruzeiro, arquirrival do Galo no futebol nacional
BRUNO CANTINI/ATLÉTICO
Será o quarto clássico de Jô contra o Cruzeiro, arquirrival do Galo no futebol nacional

Em 2013, Jô não só levantou a taça de campeão da Copa Libertadores como acabou o torneio sendo seu máximo goleador, com sete gols. Agora, na edição 2014, o camisa 7 do Atlético pode conquistar o título individual pela segunda vez. Com um gol por jogo no torneio, o selecionável sonha com a artilharia novamente.

Jô só precia de mais um gol para empatar com Wallyson, do Botafogo, que aproveitou jogos da primeira fase da Libertadores para balançar as redes quatro vezes. "Uma competição que motiva todo mundo. Estou tendo felicidade de marcar gol na Libertadores, claro que não é só na Libertadores que tenho de marcar, mas a Libertadores dá motivação maior, assim como o fato de ter sido artilheiro no ano passado".

Com os três gols feitos na atual temporada, somando as sete vezes que ele foi às redes em 2013, Jô se tornou o jogador que mais marcou em Libertadores pelo Atlético. O atacante superou Guilherme Alves na Libertadores de 2000.

"Me sinto feliz de estar entrando na história do Atlético. Quando o jogador consegue entrar na história do clube é porque está fazendo coisa boa. Tenho de continuar fazendo meu trabalho, os gols", concluiu.

Leia tudo sobre: Libertadoresatleticogalojoolhoartilhariatorneio