Murray anuncia fim da parceria com técnico Lendl

Tenista britânico, no entanto, ainda não definiu quem será o seu próximo treinador

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Murray não teve trabalho para avançar às oitavas de final
Divulgação / ATP
Murray não teve trabalho para avançar às oitavas de final

Atual campeão de Wimbledon, o britânico Andy Murray anunciou, nesta quarta-feira, o fim da sua parceria com o técnico Ivan Lendl após uma relação frutífera de dois anos. O rompimento foi confirmado por Murray em seu blog oficial, apenas alguns dias após o tenista ser eliminado nas oitavas de final do Masters 1000 de Indian Wells.

Ao confirmar o fim da parceria, Murray, que voltou às quadras no início desta temporada após se recuperar de uma cirurgias nas costas, fez elogios públicos a Lendl. "Eu sou eternamente grato a Ivan por todo seu trabalho duro ao longo dos últimos dois anos, os de maior sucesso da minha carreira até agora", afirmou.

Com Lendl, que como jogador conquistou oito títulos de torneios do Grand Slam, Murray ganhou a medalha de ouro olímpica em Londres em 2012 e o título do US Open também naquele ano. Depois, em 2013, ele se tornou o primeiro jogador britânico a triunfar em Wimbledon em 77 anos. Além disso, chegou a ocupar a segunda colocação no ranking da ATP, a melhor posição da sua carreira.

Hoje o número 6 do mundo, Murray vem sofrendo na atual temporada após se recuperar da cirurgia nas costas, realizada em setembro de 2013. O britânico participou de cinco torneios e não se classificou para a final de nenhum deles.

Murray ainda não definiu quem será o seu próximo técnico e voltará a jogar nos próximos dias no Masters 1000 de Miami. No seu jogo de estreia, o tenista britânico vai enfrentar o vencedor da partida entre o australiano Matthew Ebden e o polonês Lukasz Kubot.

Leia tudo sobre: andy murraytenisfimparceriatecnicolendl