São Paulo deve criar mais dois feriados durante a Copa

Decisão da prefeitura deve ser anunciada na próxima semana, para que as pessoas possam se preparar

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

A movimentação de torcedores e autoridades na cidade de São Paulo durante os dias 12 e 23 de junho preocupam a prefeitura. Nessas datas, o Itaquerão receberá, respectivamente, a partida de abertura da Copa do Mundo, entre Brasil e Croácia, e o jogo Holanda x Chile. De acordo com a vice-prefeita Nádia Campeão, que também é coordenadora da secretaria do Mundial em São Paulo, existe a possibilidade de feriados serem decretados nesses dias na capital paulista.

A decisão da prefeitura deve ser anunciada na próxima semana, para que as pessoas possam se preparar. "Estamos dando mais atenção aos dias 12 e 23 de junho, pois nos preocupam mais", diz a vice-prefeita, em entrevista exclusiva ao jornal O Estado de S. Paulo. Assim, São Paulo teria quatro feriados no período da Copa do Mundo, contando com aqueles que já existem: Corpus Christi (em 19 de junho) e Revolução Constitucionalista de 1932 (9 de julho).

No dia 12 de junho, uma quinta-feira, a região de Itaquera receberá, além de mais de 66 mil torcedores, autoridades de todos os 32 países da Copa. Os participantes da cerimônia de abertura também estarão no local. "Receberemos muita gente. A movimentação tem um caráter de segurança muito forte", ressalta a vice-prefeita.

A situação em 23 de junho, uma segunda-feira, é outra. Na ocasião, o Itaquerão será palco do confronto entre holandeses e chilenos. A partida está marcada para começar às 13 horas. Já o terceiro jogo da seleção brasileira, contra Camarões, que será disputado no mesmo dia no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, terá início às 17 horas.

O receio é que os torcedores que assistirem à partida em Itaquera encontrem pessoas que foram liberadas mais cedo do trabalho para acompanhar o jogo do Brasil pela tevê, causando dificuldades no deslocamento pela capital paulista. Se esse feriado for decretado, haverá uma emenda com o dia 19 de junho, quinta-feira da semana anterior, primeiro dia das comemorações de Corpus Christi.

Nádia, no entanto, afirma que a prefeitura vai interferir o menos possível na rotina da cidade. "A gente quer facilitar e não dificultar a vida do setor comercial. Eles não querem muitos feriados para não causar impacto econômico. Temos de ter bom senso nisso", explica.

As demais datas em que o Itaquerão receberá jogos da Copa, de acordo com a prefeitura, já estão resolvidas. No dia 19 de junho quando acontece Uruguai x Inglaterra, já é feriado de Corpus Christi. Em 9 de julho, quando será disputada uma das semifinais do Mundial, a parada é estadual: feriado da Revolução Constitucionalista. A capital paulista ainda será palco de partidas nos dias 26 de junho (quinta-feira), com Coreia do Sul x Bélgica, e 1º de julho (terça-feira), com um confronto de oitavas de final.

No último dia 12, o Rio foi a primeira sede do Mundial a decretar feriado em todos os dias úteis em que a cidade receber jogos do Mundial, prerrogativa dos municípios que foi prevista na Lei Geral da Copa. Quatro dos sete confrontos da capital fluminense serão disputados em fins de semana. Em duas quartas-feiras (18 e 25 de junho), o feriado começará ao meio-dia. E 4 de julho, o feriado na cidade será integral.  

Leia tudo sobre: copa do mundofutebolsao paulodoisferiados