Irmão de técnico do Voleisul-Paquetá Esportes marca presença no Riacho

Gerson Bernardo cresceu com o irmão em Contagem e apoia o time que o familiar estiver defendendo

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Nascido e criado em Contagem, o técnico Gilson Bernardo, do Voleisul-Paquetá Esportes, teve um importante apoio nas arquibancadas. Seu irmão Gerson Bernardo, engenheiro de produtos, garante que, sempre que pode, acompanha os jogos do familiar Gilson, hoje treinador, foi importante jogador da seleção brasileira masculina na década de 90.

“Torço para o time que ele estiver defendendo. A gente cresceu jogando vôlei junto, na rua ou no clube Colina, no Barreiro. Chegamos a usar bola de borracha para brincar”, diverte-se.

No entanto, a estatura e a idade pesaram a favor do irmão na hora de levar a carreira de jogador adiante. “Escolheram ele porque era mais novo e mais alto. Fiqiue pelo caminho”, brinca.

Quando o Voleisul não estava bem na partida, o incômodo de Gerson era visível. Ele não perde a oportunidade de 'cornetar' o irmão com alguns palpites. “Mando e-mail e dou dicas, sempre que posso. Alguns jogadores tem potencial para render mais”, sugere.

Além de Gerson, familiares do jogador Rodrigo, do time gaúcho, também levaram um adento ao apoio visitante.