Aranha treina e deve voltar ao Santos no clássico

Jogador havia sofrido um estiramento no músculo do ombro direito. Atleta ainda será avaliado durante a semana

iG Minas Gerais | Agência Estado |

Aranha se saiu bem no primeiro teste após a saída de Rafael
Santos/Divulgação
Aranha se saiu bem no primeiro teste após a saída de Rafael

Depois de duas partidas afastado, o goleiro Aranha deve voltar ao Santos no clássico de domingo diante do Palmeiras, na Vila Belmiro, pela última rodada do Campeonato Paulista. Recuperado de um estiramento no músculo do ombro direito, o jogador participou de um leve treino com bola nesta terça-feira e a tendência é de que esteja apto a entrar em campo no final de semana. Aranha cumpriu suspensão diante do Oeste, no último dia 9, e deveria voltar no último domingo, contra o Rio Claro. No entanto o problema físico acabou tirando-o de ação. Nesta terça, ele voltou a trabalhar em campo, mas ainda não conseguiu fazer todos os movimentos, como, por exemplo, cair para o lado direito, onde está o ombro machucado. Caso não tenha condições de jogo, será novamente substituído por Vladimir. Se voltar, Aranha não será o único reforço santista para o clássico. O lateral-esquerdo Mena também se recuperou de problema físico e deverá reforçar a equipe no domingo. Ele vinha sentindo dores no músculo abdominal, mas foi liberado pelos médicos e participou do treino físico com os titulares nesta terça. O zagueiro Neto e o atacante Thiago Ribeiro também voltarão ao time após cumprirem suspensão contra o Rio Claro. Se os titulares fizeram um treino físico nesta terça, os reservas foram a campo para disputar um jogo-treino com a Portuguesa Santista. Apesar dos gols dos jovens Nailson, zagueiro, e Diego Cardoso, meia-atacante, o Santos acabou derrotado por 3 a 2. A equipe entrou em campo com: Gabriel Gasparotto; Bruno Peres, Alison, Nailson e Léo; Lucas Otavio, Alan Santos, Jorge Eduardo, Lucas Lima e Diego Cardoso; Stéfano Yuri.

Leia tudo sobre: ArenhagoleiroSantosrecuperadofutebolcampeonato Paulistaretorno