Alexandre Gallo visita Toca da Raposa II de olho na base celeste

Coordenador revelou que Wallace, Alisson e Lucas Silva serão observados de perto e devem fazer parte do elenco que disputará o mundial na França

iG Minas Gerais | BRUNO TRINDADE |

Alisson se destacou na base celeste e acabou subindo para o profissional nesta temporada
Washington Alves / VIPCOMM
Alisson se destacou na base celeste e acabou subindo para o profissional nesta temporada

O coordenador técnico das seleções de base da Confederação Brasileira de futebol (CBF), Alexandre Gallo, esteve na tarde desta terça-feira, na Toca da Raposa II, para observar os jogadores da base cruzeirense, já pensando no mundial de Toulon, na França, realizado às vésperas da Copa do Mundo.

Ele passou ao técnico Marcelo Oliveira a programação dos próximos dois meses da seleção de base, para não atrapalhar a Raposa em caso de convocação de alguns de seus atletas. Gallo negou o fato de que a sua vinda ao CT celeste estivesse relacionada à observação de algum atleta para a seleção principal, já que ele também exerce o cargo de olheiro para o técnico Luiz Felipe Scolari.

“A visita tem a ver com a base. O Felipão está consciente das coisas que vão acontecer até a Copa do Mundo. A nossa vinda aqui foi para trazer para o Marcelo (Oliveira) a nossa diretriz de trabalho nos próximos dois meses, que vão coincidir com fim dos estaduais, com início do Brasileiro e da Copa do Brasil, para que haja um planejamento e não atrapalhe nenhuma equipe do futebol brasileiro. Precisamos fazer um Torneio em Toulon muito bom. É uma competição que antecede a Copa do Mundo, que vai passar para o mundo inteiro. Pra gente é um torneio que representa muito e é muito importante para a base”, declarou.

O coordenador revelou os atletas da Raposa que serão observados de perto e devem fazer parte do elenco que disputa o mundial na França. Ele ainda colocou o trio cruzeirense nos planos para a Olimpíada de 2016. “Tem três jogadores que estão sempre sendo convocados e que participam do ciclo Olímpico: o Wallace, o Alisson e o Lucas Silva, atletas que temos interesse para as próximas competições. Eles estão vivendo um momento importante no clube. Também viemos pra conhecer a rotina do jogador, até porque eu não entendia a distância que existia entre a CBF e os clubes. Estreitar essa relação pra gente é muito importante”, concluiu Gallo.

Leia tudo sobre: futebol nacionalseleção brasileirabasecruzeiroraposa