La U encara Garcilaso de olho em tranquilidade no grupo 5

Chilenos sabem que um triunfo será essencial, ainda mais atuando dentro de casa frente a um rival que é notoriamente o mais fraco do grupo

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Na segunda posição da chave 5 da Copa Libertadores, com seis pontos conquistados, a Universidad de Chile entra em campo nesta terça-feira frente ao Real Garcilaso, do Peru, pela quarta rodada da fase de grupos do torneio internacional, às 19h45 (de Brasília). Apesar da boa classificação de momento, os chilenos sabem que um triunfo será essencial na luta pelo avanço às oitavas, ainda mais atuando dentro de casa frente a um rival que é notoriamente o mais fraco adversário do grupo.

Vale lembrar que as equipes se enfrentaram na última terça-feira, em Huancayo, e La U venceu o Real Garcilaso por 2 a 1. Para o treinador Cristián Romero, a vitória recolocou a equipe chilena no prumo. Na segunda rodada da fase de grupos, a equipe foi goleada pelo Cruzeiro por 5 a 1, no Mineirão, e dúvidas sobre a qualidade do plantel foram suscitadas pela imprensa local.

Mesmo assim, Romero seguirá firme na equipe até o fim da temporada. Pelo menos esta é a palavra do presidente da Universidad de Chile, José Yuraszeck, que assegurou a permanência do comandante.

Com poucas chances de título no Clausura Chileno, La U está totalmente focada na Libertadores. Devido a apresentações um pouco mais consistentes no torneio internacional, Cristián Romero já adiantou a manutenção de um esquema com uma linha de quatro defensores e de quatro meio-campistas.

Com a 'corda no pescoço'

Enquanto isto, o Real Garcilaso vai ao Chile com um único objetivo - vencer. Nada mais interessa ao clube peruano caso queira se manter vivo na competição. Apesar da fragilidade técnica, ainda mais jogando fora de casa, a equipe chega embalada após vitória sobre o Deportes Iquique por 3 a 1, em partida válida pelo Campeonato Peruano.

"Esta partida é fundamental para conseguirmos os pontos que perdemos na semana passada, em casa. Não vai ser uma partida fácil, mas vamos em busca do triunfo", afirmou o treinador Freddy García, conhecido como "Petróleo". 

Retrospecto - A Universidad de Chile já enfrentou adversários peruanos em torneios internacionais sete vezes. Foram três vitórias, três empates e apenas uma derrota. 

Outros rivais 

O Grupo 5 da Copa Libertadores ainda conta com Cruzeiro e Defensor Sporting, do Uruguai. Os dois se enfrentam na próxima quinta-feira, às 22h (de Brasília), no Mineirão. A vitória também é fundamental para Cruzeiro, que atualmente é o terceiro da chave com os mesmo três pontos do Real Garcilaso.