Alvaro Pereira minimiza reclamações de corintianos

Depois de declarações do técnico Muricy Ramalho, foi a vez do lateral também negar que o time facilitou o jogo no último domingo

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Alvaro Pereira mal chegou e já conquistou a confiança de Muricy Ramalho
PÁGINA OFICIAL/FACEBOOK/REPRODUÇÃO
Alvaro Pereira mal chegou e já conquistou a confiança de Muricy Ramalho

As reclamações dos jogadores do Corinthians sobre a derrota do São Paulo para o Ituano por 1 a 0, no último domingo, que ajudou a eliminar o time do Parque São Jorge do Campeonato Paulista ainda na fase de grupos, continuam repercutindo no clube do Morumbi. Depois do técnico Muricy Ramalho rebater as insinuações de que o time facilitou para prejudicar o rival, foi a vez de Alvaro Pereira defender os companheiros. O lateral uruguaio não entrou em atrito com os corintianos Mano Menezes e Romarinho, que fizeram as críticas mais abertas, mas lembrou que o São Paulo procurou o jogo e teve que enfrentar o forte temporal que caiu ainda no primeiro tempo e fez a partida ser interrompida por alguns minutos. "Cada um pensa como quiser, sempre se fala no fim de campeonato essas coisas. Quem tem dúvidas é só ver o compacto do jogo e quantas situações criamos e se o goleiro deles trabalhou ou não. Só isso", rebateu o atleta. Para ele, o ambiente tenso e especulativo em reta final de campeonato é algo corriqueiro não apenas no Brasil. Alvaro lembrou de um episódio que considerou "estranho" quando jogou no Cluj, da Romênia, mas afirma nunca ter presenciado ou participado de uma entrega de jogo. "Nos últimos seis jogos, onde se lutava para entrar nas copas ou cair de divisão, colocaram árbitros estrangeiros porque tiveram suspeitas de corrupção de arbitragem nos anos anteriores. Achei estranho, mas só isso. Joguei na Argentina e lá sempre se diz dessa coisa de prejudicar o rival, mas nunca aconteceu nada. Jogador está em campo para ganhar."