De volta ao futebol, Cabañas vira reforço do Tanabi-SP

Atacante paraguaio já tem data marcada para fazer sua estreia na Segundona do Campeonato Paulista

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Atacante paraguaio Salvador Cabañas não atua profissionalmente há quatro anos
DIVULGAÇÃO/TANABI EC
Atacante paraguaio Salvador Cabañas não atua profissionalmente há quatro anos

O Tanabi mais uma vez promete ter uma presença ilustre em seu elenco para disputar a Segundona do Campeonato Paulista. Mais preocupado todos os anos com a presença de um veterano de destaque no elenco, para alavancar o marketing do clube, do que com o acesso em si, o clube contratou o atacante paraguaio Salvador Hugo Cabañas, que até já foi anunciado de forma oficial e tem data marcada para fazer sua estreia.

Cabañas será apresentado na Câmara Municipal de Tanabi no dia 1º de abril e a previsão é que estará em campo no dia seis do mesmo mês, quando o clube recebe o Olímpia, em casa. Tido como grande jogador paraguaio dos últimos tempos, o atacante foi vítima de um tiro na cabeça quando atuava pelo América-MEX e esteve entre a vida e a morte. Recuperado, ele não atua profissionalmente há quatro anos.

Com 33 anos, Cabañas já tinha desistido da vida de jogador de futebol e trabalhava como padeiro no Paraguai. O presidente do Tanabi, Irineu Alves, porém, convenceu o paraguaio a voltar aos gramados. O jogador não atua profissionalmente há quatro anos.

Cabañas, porém, vinha treinando no 12 de Outubro, o seu time de infância no Paraguai, sendo que o jogador carregava a condição de astro da seleção do seu país antes de levar um tiro em uma briga dentro de uma boate na Cidade do México. Por causa do problema, ele viu sua jornada como ídolo no time nacional se encerrar de forma trágica.

OUTROS CASOS NO TANABI - Cabañas não é o primeiro veterano a vestir a camisa do Tanabi. Antes dele, Túlio Maravilha, Viola e Marco Antônio Boiadeiro tiveram rápidas passagens pelo clube. O primeiro foi contratado em 2012 e estava em busca da meta dos mil gols na carreira. Acabou fazendo oito gols em seis partidas.

Em 2013, foi a vez Viola e Marco Antônio Boiadeiro serem contratados. O ex-artilheiro do Corinthians deixou o showbol e a aposentadoria para voltar a atuar. Jogou apenas em duas partidas e marcou um gol. Não muito diferente de seu ex-companheiro de equipe, que atuou apenas em uma oportunidade. Além deles, o clube chegou a fechar também, na época, com o irmão do lutador de UFC Anderson Silva.

Leia tudo sobre: cabanastanabisegundonacampeonato paulista