Começa julgamento de PMs acusados de mortes no Aglomerado da Serra

Defesa afirma que suspeitos agiram em legítima defesa; duplo homicídio aconteceu em fevereiro de 2011 durante uma operação policial

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Começou às 9h desta terça-feira (18), o julgamento dos dois policiais militares acusados de matar dois moradores do Aglomerado da Serra, na região Centro-Sul de Belo Horizonte. O caso aconteceu em fevereiro de 2011. A sessão acontece no 1º Tribunal do Júri do Fórum Lafayette e é presidida pelo juiz Carlos Henrique Perpétuo Braga. A promotoria é representada por Francisco Rogério Campos.

Jonas David Rosa, 27, e Jason Ferreira Paschoalino, 28, respondem pelo duplo homicídio de Renílson Veriano da Silva, 39, e o sobrinho dele, Jeferson Coelho da Silva, 17. Rosa será defendido por Agnaldo José de Aquino Gomes. Já Jason tem na defesa o advogado Ércio Quaresma. O defensor vai sustentar a tese que o cliente agiu em legítima defesa, uma vez que, na versão de Quaresma, as vítimas estavam armadas.

Seis homens e uma mulher são os jurados do caso.

Familiares dos mortos acompanham a sessão. A mãe de Jeferson, Aurita Maria Coelho dos Santos, disse à imprensa que deseja o fim do julgamento e espera, um dia, conseguir perdoar os acusados.

“Meu filho foi um presente na minha vida. Ele participava de um grupo de dança e dançava em muitas festas de 15 anos. Acredito na justiça de Deus”, disse a doméstica.

Já a mãe de Renílson destacou que ela gostava muito da profissão e tinha muito carinho com os pacientes.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave