Glaycon sofre suspensão de um ano por doping e América irá recorrer

No organismo do atleta foi encontrado traços das substâncias Androstenediona e Boldione

iG Minas Gerais | ANTÔNIO ANDERSON |

Diretoria do Coelho manifestou total apoio ao jogador
WEBREPÓRTER/ANTÔNIO ANDERSON
Diretoria do Coelho manifestou total apoio ao jogador

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) da Confederação Brasileira de Futebol (STJD) decidiu na noite desta segunda-feira punir o goleiro Glaycon com um ano de suspensão pelo suposto caso de doping na Série B do Campeonato Brasileiro do ano passado. O jogador foi pego no exame após a partida contra o Boa Esporte realizada em outubro de 2013. No organismo do atleta foi encontrado traços das substâncias Androstenediona e Boldione, que são proibidas pelo Regulamento de Controle de Dopagem da CBF e pela Agência Mundial de Dopagem.

A decisão do STJD deixou a defesa do jogador indignada e o clube já informou que vai recorrer da sentença. "Não concordamos de jeito nenhum com a decisão. Tem um erro grave de cerceamento de defesa do atleta e vamos recorrer e pedir a nulidade do processo, para que ele volte a ser analisado em primeira instância", afirmou o advogado do clube, Henrique Saliba. Em sua defesa, Glaycon explicou que sua esposa usou pomadas contra estrias e alguns medicamentos contra infecção, substâncias que acabaram o infectando indiretamente. A suspensão anunciada pelo STJD passa a valer a partir do dia 8 de janeiro.

Clássico. Os integrantes do Conselho de Administração do América se reuniram ontem e decidiram manter para o Independência o primeiro clássico contra o Atlético válido pela semifinal do Campeonato Mineiro. Na tarde desta terça-feira vai acontecer uma reunião na sede da Federação Mineira de Futebol (FMF) para discutir assuntos relacionados ao jogo, como preço dos ingressos e espaço das duas torcidas no estádio.