Maluf admite ter R$ 200 mi no exterior

Deputado sempre negou ter dinheiro em contas fora do Brasil

iG Minas Gerais |

Em 2013, Maluf foi condenado a devolver R$ 75 mi à Prefeitura de SP
Reinaldo Ferrigno/Ag. Câmara - 18.10.2011
Em 2013, Maluf foi condenado a devolver R$ 75 mi à Prefeitura de SP

Brasília. Pressionado pelo Deutsche Bank a revelar a origem de US$ 200 milhões que movimentou no exterior, o deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) tratou pessoalmente com advogados encarregados de dar explicações ao banco e admitiu que controlava uma das empresas que administraram os recursos, segundo documentos obtidos pelas autoridades da Ilha de Jersey.

Desde que a existência desse dinheiro foi revelada, há quase 13 anos, Maluf nunca reconheceu publicamente ser o proprietário dos recursos no paraíso fiscal.

Multas. O Ministério Público de São Paulo quer receber até US$ 70 milhões (R$ 164,5 milhões) de três bancos usados no suposto esquema de remessa de recursos públicos ao Exterior por parte do deputado.

Os bancos Safra de Nova York, UBS e Citibank serão chamados a negociar com o MP em abril, e os moldes do acordo poderão ser os mesmos do que já foi firmado com o Deutsche Bank, cuja multa foi estabelecida em US$ 20 milhões.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave