A voz Celeste

iG Minas Gerais |

Meus amigos leitores cruzeirenses, temos que lotar a nossa casa e incentivar o tempo todo na quinta-feira. Sempre estivemos ao lado do nosso time do coração e nessa hora não vai ser diferente. Tenho certeza na vitória e precisamos dos três pontos. De preferência com uma boa diferença de gols. O mais importante é que temos um bom time e o torcedor confia no elenco celeste. Os titulares folgaram no fim de semana, quando o expressinho azul fez bonito goleando o Tombense, na casa do adversário. Portanto, Fábio, Everton Ribeiro, Dede e cia têm a missão de colocar o maior de Minas de vez na luta pelo título da Copa Libertadores da América. Estou contando com a nação celeste, vamos naquela corrente para frente. E vamos todos torcer juntos na quinta-feira na nossa casa, o Mineirão. Eu acredito: rumo ao tricampeonato da Libertadores. A voz da Massa Saudações alvinegras! Numa rodada emocionante, em que houve várias alterações no G-4, foram definidos os confrontos para as semifinais do 100º Campeonato Mineiro. Num deles o Galo pegará o América, fazendo assim o Clássico das Multidões. Gostei da definição. Apesar de ser um clássico e sempre ser um oponente difícil, o Galo tem ampla vantagem nesse confronto. Só não pode bobear, como aconteceu no último jogo contra eles, quando fizemos um péssimo primeiro tempo, tomamos dois gols e depois tivemos que correr atrás para virar o placar. Agora é mata-mata, e qualquer vacilo pode ser fatal. E, como eu não gosto de ficar em cima do muro, vou logo afirmando: o Galão é o favorito nessa decisão. E, só para não passar em branco, parabéns ao time reserva e aos meninos do Galo que, quando chamados, honraram à altura o nome e a tradição do nosso time. Avacoelhada O Coelhão confirmou a reação americana no campeonato e conquistou vaga para o G-4, ao vencer a Caldense, por 2 a 1, de virada e na casa do adversário. Sob o comando de Moacir Júnior, o time americano demonstrou bastante determinação a fim de buscar a vitória durante os 90 minutos. Além do comprometimento coletivo, destaque para as participações de Diego, Willians e Tchô. Aliás, Willians novamente foi voluntarioso no combate e eficiente nas assistências. Carlos Renato e Elvis aumentaram a agressividade no segundo tempo. Ambos tiveram chances para marcar gols, mas foram impedidos pelas defesas de Gilberto. Elvis ainda chutou uma bola na trave. Apesar da previsão de transmissão pelo canal 222 da Net, lamentavelmente os assinantes dessa operadora não assistiram à decisiva partida. Só a Sky transmitiu a importante conquista do América.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave