Candidatos fazem prova no Cefet e ficam desconfiados

O TEMPO publicou ontem matéria sobre uma possível irregularidade na nomeação de servidor

iG Minas Gerais | Aline Diniz |


Concurso ocorreu ontem no Cefet
UARLEN VALERIO / O TEMPO
Concurso ocorreu ontem no Cefet

Aconteceu ontem na capital o concurso público do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG), mesmo com uma investigação em curso pela Controladoria Geral da União (CGU). Como publicado neste domingo em O TEMPO, existe a suspeita de uma possível irregularidade na nomeação de um servidor, o que pode ter reduzido o número de vagas para jornalista nesse concurso.

Ao todo, 111 profissionais da área se inscreveram para concorrer a uma vaga. Em agosto de 2013, o Ministério da Educação (MEC) havia anunciado que duas vagas seriam destinadas aos jornalistas. Após três semanas, o edital publicado no “Diário Oficial da União” previa apenas uma vaga. O outro lugar foi ocupado por um profissional que passou em um concurso em Goiás. A proximidade do servidor que assumiu o cargo com o atual secretário de Comunicação Social Luiz Eduardo dos Santos também foi citada na denúncia feita à CGU.

Para Adriana Mariano, 26, que fez a prova ontem, o jornalista nomeado participou de um concurso com o nível de dificuldade diferente. “Fere o princípio da impessoalidade, já que ele tinha um conhecido. Além disso, prejudica pessoas que estudam e gastam dinheiro para se preparar”, disse.

Ela argumentou ainda que, se o Ministério da Educação havia previsto duas vagas, é injusto haver uma mudança. “Cria uma expectativa, que não é levada adiante”.

Outra candidata, Giselle Ferreira, 23, considera que a denúncia “manchou a imagem da instituição”. Ela pondera que o jornalista deveria ter feito o concurso novamente, em Belo Horizonte.

A reportagem de tentou contato ontem com a instituição tanto pessoalmente quanto por telefone, mas não obteve retorno. Na edição de ontem, a direção do Cefet garantiu que não houve irregularidade e que toda a documentação foi encaminhada para a CGU.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave