Professores se assustaram com 29% a mais

iG Minas Gerais |

Os professores ligados ao sindicato da categoria em Minas Gerais tomaram um susto na virada do ano. Os boletos do plano de saúde coletivo, oferecido pelo Sinpro-MG, vieram com reajustes de 29% – quase cinco vezes acima do índice da inflação.

“Esse índice surpreendeu não apenas os professores, mas a diretoria do sindicato também”, disse o diretor do Sinpro-MG, Newton de Souza. Esse índice afetou cerca de mil usuários que fizeram a adesão há menos de dois anos. Contratados mais antigos (cerca de 7.000 pessoas), regidos por outras regras, tiveram reajuste menor – de 5,9%. Souza afirma que tentou negociar com a operadora um novo valor, mas não obteve sucesso. A Unimed-BH foi procurada, mas não enviou resposta. (PG)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave