Agora é pra valer!

iG Minas Gerais |

Além da emoção das disputas pelas primeiras posições e contra o rebaixamento, essa última rodada da primeira fase do Campeonato Mineiro foi marcada por belos gols de promessas do Atlético e do Cruzeiro. Os atacantes Marion e Carlos fizeram com frieza e talento no Boa Esporte; o lateral Mayke e Álisson, do Cruzeiro, contra o Tombense. Destaques em posições onde existem lacunas no futebol brasileiro, principalmente nas laterais. E confirmando a diferença desproporcional entre os clubes da capital e os melhores do interior, Galo e Raposa, com times reservas, trituraram sem maiores dificuldades Boa e Tombense, que brigavam pela classificação para as semifinais. O América, que começou mal, correu risco de rebaixamento, arrumou a casa no decorrer da disputa e chegou lá, na última rodada, jogando em Poços de Caldas. Mesmo tomando gol aos 45 minutos do primeiro tempo em vacilo defensivo que nem juvenis cometem mais, apesar de ter um experiente Leandro Guerreiro na zaga. Agora, todos os jogos serão importantes, com direito ao clássico Atlético x América numa das semifinais. O Cruzeiro enfrenta o Boa, que vem se consolidando com força respeitável do futebol mineiro.

Apenas mais um. Durante seminário sobre jornalismo na PUC São Gabriel, sábado, futuros colegas perguntaram-me sobre a “coragem” de Romário em atacar CBF, Fifa e muita gente. Respondi que o possível candidato ao Senado pelo Rio continua, como político, o mesmo esperto que era como atacante. Não tem falado nenhuma mentira, mas só o faz porque renderá milhares de votos!

Glamour ao crime. Depois que marginais de torcida ligada ao Corinthians aprontaram na Bolívia, agora um grupo do mesmo nível, que se diz atleticano, foi preso com drogas no Paraguai. E assim como foi feito com os corintianos, parte da imprensa prefere dar papel de vítimas aos elementos, que têm espaços para reclamar das condições da cadeia e reivindicar “direitos humanos”.

Sabor dos pampas. Lagoa Santa e Matozinhos são municípios vizinhos com intercâmbio de comércio e serviços. Uma senhora especialista em equipamentos e carnes para churrasco de Lagoa Santa, que atende a Ronaldinho Gaúcho, só compra carnes de um determinado açougue de Matozinhos, por recomendação do jogador.

Cheque forte. Um cheque de R$ 615 de Ronaldo de Assis Moreira, dado em pagamento a carne para churrasco a um açougue de Matozinhos, com data de 5 de novembro de 2013, não foi compensado até hoje, e nem será. Não por falta de fundos, mas porque virou souvenir, pois se trata de Ronaldinho Gaúcho. O dono do açougue aceitou vender o cheque com “ágio” de R$ 150 a um fã do craque.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave