Buffon pega pênalti, Pirlo decide e Juventus vence

Equipe alvinegra continua na liderança isolada, com 17 pontos de folga para a a Roma, que está em segundo

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Muso da Itália
Flickr/Divulgação
Muso da Itália

Juntos, eles somam 70 anos, mas a qualidade é a mesma dos melhores tempos. Buffon, de 36 anos, e Pirlo, de 34, foram decisivos para a vitória da Juventus sobre o Genoa, neste domingo, fora de casa, pela 28ª rodada do Campeonato Italiano. O goleiro pegou um pênalti e o meia marcou, de falta, o gol que garantiu o triunfo por 1 a 0.

Com 75 pontos em 28 jogos, a Juventus tem 17 de folga sobre a Roma, segunda colocada, mas que fez duas partidas a menos - na segunda, recebe a Udinese. Assim, o time de Turim depende só dele para ser campeão com três rodadas de antecedência, já em abril.

O jogo deste domingo, no Luigi Ferraris, teve poucas chances de gol. Na melhor delas, Gilardino fez jogada individual, fintou o zagueiro, chutou forte, mas Buffon pegou no reflexo. Depois, aos 25, Vidal colocou a mão na bola dentro da área. Calaiò foi para a cobrança, mas Buffon pegou no canto esquerdo.

Criando pouco, a Juventus achou a vitória aos 43 minutos. Pirlo teve falta para bater na entrada da área, colocou sobre a barreira e mandou no ângulo direito de Perin, que não alcançou. Foi o quarto gol dele na competição.

MAIS ITALIANO - Também neste domingo, a Fiorentina encerrou um período de quase um mês sem vencer ao ganhar do Chievo, por 3 a 1, em casa. Cuadrado e Matri marcaram no primeiro tempo, Paloschi descontou e Mario Gómez deu número finais ao jogo. Foi o segundo gol seguido do alemão, que não marcava desde setembro.

Ele já havia deixado a marca dele quinta-feira, quando Juventus e Fiorentina se encontraram em Turim pelas oitavas de final da Liga Europa e empataram em 1 a 1. Os dois times se enfrentam de novo na próxima quinta. Mirando uma vaga na competição na próxima temporada, a Fiorentina é a quarta colocada, com 48 pontos, recuperando os postos perdidos para Inter de Milão e Parma durante a rodada.  

Leia tudo sobre: juventuspirlobuffonitalianovitória