Após ser expulso de baile funk, menor busca arma e mata organizador

Depois do organizador da festa ser morto, frequentadores da festa espancara duas pessoas que estariam com o suspeito, sendo que um deles está em estado grave

iG Minas Gerais | JOSÉ VÍTOR CAMILO |

Uma confusão em um baile funk no município de Pratápolis, no Sul de Minas, terminou com um homem morto a tiros e outros dois espancados, na madrugada de ontem. Após ser expulso da boate onde acontecia o evento, um adolescente de 17 anos atirou várias vezes e matou um dos organizadores do baile. Após os tiros, dois jovens que supostamente estariam com o suspeito foram espancados por frequentadores da festa.

Conforme as informações da Polícia Militar (PM), o adolescente teria sido expulso pelos seguranças por causar confusão. O menor teria ido até a sua casa, voltado ao local armado e atirado seis vezes do lado de fora, por uma janela. Dois dos tiros atingiram  o organizador do   evento Henrique Alberto de Araújo, de 25 anos, que morreu ainda no local. Ninguém mais foi ferido.

 Durante a confusão, clientes da boate teriam identificado duas pessoas que estavam com o suspeito e  uma briga generalizada ocorreu. Um jovem de 19 anos, amigo do menor, ficou ferido e acabou  preso. Um outro jovem foi espancado e socorrido e está em estado grave na Santa Casa de Passos. Ainda segundo a PM, não há nenhum indício de que ele realmente seja amigo do autor dos disparos. Após o crime, o menor fugiu e, até o fechamento desta edição, não havia sido preso.

Incêndio

Além de terem espancado duas pessoas que estariam com o atirador, frequentadores da festa ainda foram até a casa onde o suspeito, que é de Passos, estaria morando. No local, eles quebraram vidros e atearam fogo na residência. As chamas foram apagas por vizinhos e não chegou a se alastrar.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave