Líder da primeira fase, time reserva do Cruzeiro faz 3 a 0 no Tombense

Com o resultado, a equipe celeste terminou a fase classificatória invicta, com nove vitórias e dois empates em onze jogos

iG Minas Gerais | PEDRO GROSSI |

Já garantido na primeira colocação do Campeonato Mineiro desde a rodada passada, o Cruzeiro colocou o time reserva para enfrentar o Tombense, fora de casa, e, ainda assim, venceu a partida por 3 a 0. Com o resultado, o Cruzeiro terminou a fase classificatória invicto, com nove vitórias e dois empates em onze jogos. No total, o Cruzeiro somou 29 pontos –   seis a mais que seu rival Atlético. Na próxima fase, a equipe celeste enfrenta o Boa Esporte, que terminou a fase classificatória em 4º lugar. Logo nos primeiros minutos do jogo, o Tombense se lançou ao ataque, aproveitando as falhas de posicionamento do Cruzeiro, que jogou com três atacantes e um meia, esquema diferente do habitual. Apesar do domínio territorial do Tombense nos primeiros dez minutos de jogo, foi o Cruzeiro que teve as melhores oportunidades. Aproveitando a velocidade de Luan pela esquerda e de Élber pela direita, o Cruzeiro chegou com perigo ao gol do goleiro Fábio, do Tombense.

A primeira grande chance do Cruzeiro foi aos 15 minutos do primeiro tempo, quando Élber recebeu grande lançamento na meia lua, dominou no meio de três defensores do Tombense, limpou a jogada e, frente a frente com o goleiro, chutou por cima. A partir dos 20 minutos, o Cruzeiro já dominava a partida, mas errava muito na finalização. Aos 33 minutos, Júlio Baptista abriu o placar. Três minutos depois, o lateral Mayke recebeu um belo passe em profundidade e, com muita categoria, cortou o defensor do Tombense e tocou para o gol. O Tombense voltou para a etapa complementar tentando pressionar o Cruzeiro, mas a equipe azul encontrou seu posicionamento em campo e deu pouco espaço para a equipe de Tombos. Sem conseguir articular jogadas para chegar dentro da área cruzeirense, o Tombense começou a arriscar chutes de longa distância. Logo aos dois minutos da etapa complementar, o meia Pablo acertou um belo chute no travessão do goleiro Elisson. Com as saídas de Tinga, Julio Baptista e Samúdio e a entrada de Willian Farias, Alisson e Marlone, o Cruzeiro ganhou muita velocidade nos contra-ataques.

Nos últimos minutos, o Tombense foi para o tudo ou nada e abriu ainda mais defesa para os contra-ataque para a equipe do Cruzeiro, que desperdiçava seguidamente chances de gol. Aos 40 minutos, Élber, que fez belas jogadas, mas perdeu duas chances claras de marcar, encontrou Alisson livre na direita. O jogador não desperdiçou e marcou o seu primeiro gol pelo profissional do Cruzeiro – o  terceiro da equipe na partida. 

Leia tudo sobre: cruzeiroraposavitoriatombensecampeonato mineiro