Arsenal bate Tottenham no clássico e assume 3º lugar

Com resultado, equipe de Londres também se manteve viva na briga pelo título e na perseguição ao Chelsea

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Com um gol marcado pelo tcheco Tomas Rosicky logo no primeiro minuto de jogo, o Arsenal venceu o Tottenham por 1 a 0, neste domingo, fora de casa, no Estádio White Hart Lane, em clássico válido pela 30ª rodada do Campeonato Inglês. Com o resultado, o time se garantiu na terceira posição da tabela da competição, com 62 pontos, empatado com o vice-líder Liverpool, que horas mais cedo bateu o Manchester United por 3 a 0 e está em vantagem nos critérios de desempate.

Desta forma, a equipe de Londres também se manteve viva na briga pelo título e na perseguição ao Chelsea, líder isolado, com 66 pontos, mas que já disputou uma partida a mais do que o próprio Arsenal e que o Liverpool.

Já o Tottenham estacionou nos 53 pontos, na quinta posição, sete atrás do quarto colocado Manchester City, este com três jogos a menos e também na luta pela taça. Assim, a equipe do volante brasileiro Paulinho hoje se vê longe da zona de classificação para Liga dos Campeões, que é fechada atualmente pelo City.

E o resultado deste domingo deixou o Arsenal embalado para o clássico que irá travar justamente com o Chelsea, no próximo sábado, no chamado "jogo de seis pontos" que fará com o rival, considerado decisivo na disputa pelo troféu do Campeonato Inglês.

O "gol relâmpago" do Arsenal no clássico deste domingo saiu em investida do ataque da equipe pelo lado direito. Rosicky partiu em velocidade, tabelou com Oxlade-Chamberlain e chutou cruzado, no ângulo direito do goleiro Lloris, para decretar o 1 a 0 com um golaço.

Já no início da etapa final, o Tottenham perdeu uma chance incrível de empatar o jogo logo no primeiro minuto, quando Nacer Chadli finalizou em cima da zaga, quando o goleiro Szczesny falhou e já estava batido no lance. Depois disso, o Arsenal conseguiu administrar o placar e segurou a pressão do rival, que fracassou na tentativa de triunfar no clássico disputado em casa.  

Leia tudo sobre: arsenalvencetottenhamclassicocampeonato ingles