Governo da Síria retoma cidade na fronteira com o Líbano

Yabroud estava nas mãos de rebeldes e servia como centro de distribuição de suprimentos

iG Minas Gerais | Da redação |

O governo da Síria informou neste domingo,16, que o Exército retomou o controle da cidade de Yabroud, que estava nas mãos dos rebeldes e servia como um centro de distribuição de suprimentos, próximo da fronteira com o Líbano. Ativistas relatam que ainda existem confrontos em alguns pontos da cidade, mas que de fato as tropas do ditador Bashar al-Assad já dominam Yabroud. O apoio do grupo libanês xiita Hezbollah reforçou as tropas de Assad e fez com que o conflito se espalhasse para partes do leste e norte do Líbano, onde 13 pessoas morreram nos últimos dias. Yabroud é uma importante linha de suprimento dos rebeldes e fica próxima de uma grande rodovia que corta o país. Era a última cidade dominada pelos opositores na região montanhosa de Qalamoun. Na semana passada, o governo já havia retomado a vila de Zara. "Nossas forças armadas estão agora perseguindo os remanescentes das gangues terroristas na área", disse um soldado do regime sírio entrevistado pela emissora estatal de televisão. Uma bandeira negra, usada pelo grupo Nusra Front, filiado à rede Al-Qaeda, ainda aparecia em um posto rebelde abandonado na cidade. Kasem Alzein, um médico que ajuda os rebeldes da região, disse que os insurgentes fugiram para a cidade vizinha de Flita, embora um pequeno grupo mais radical tenha decidido ficar e lutar até a morte. Durante a invasão de Yabroud, o Exército sírio disparou quatro mísseis na cidade libanesa de Arsal, que fica nas proximidades, segundo afirmou o vice-prefeito Ahmad Fliti. As tensões na região cresceram nos últimos dias. Um homem morreu no sábado na cidade de Nabi Sheet e foguetes foram disparados também contra Labweh. Mais ao norte, na cidade libanesa de Tripoli, o conflito na Síria fez eclodirem disputas sectárias que datam da guerra civil no país, entre 1975 e 1990. Os confrontos já deixaram 12 mortos desde a última quinta-feira, opondo sunitas do bairro de Bab Tabbaneh e alauitas do vizinho Jabal Mohsen.

Agência Estado

Leia tudo sobre: SíriaLíbanofronteira