Projetos na TV paga

iG Minas Gerais |

De folga da TV desde o fim de “Vidas em Jogo”, da Record, Aline Fanju comemora o crescimento do investimento em dramaturgia na televisão fechada após a Lei da TV Paga, que impõe cota de canais e conteúdo nacionais nos pacotes das operadoras.

O aquecimento do mercado independente significa um aumento nas oportunidades de trabalho para diversos profissionais. “Cria maior concorrência que, por consequência, obriga uma melhor produção de conteúdo. Para o ator, essa abertura de mercado é ótima. A nossa vida financeira agradece”, brinca, aos risos.

Fora a série policial, Aline também poderá ser vista em “As Canalhas”, do GNT, inspirada no livro “Canalha, Substantivo Feminino”, de Martha Mendonça. (CB)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave