Jornada infantil

No ar em “Chiquititas”, do SBT, Manuela do Monte evidencia seu amadurecimento artístico

iG Minas Gerais | geraldo bessa |

Afinidade. Com seis afilhados e uma vontade de ser mãe, Manuela do Monte afirma que adora estar perto de crianças
Luiza Dantas/CZN
Afinidade. Com seis afilhados e uma vontade de ser mãe, Manuela do Monte afirma que adora estar perto de crianças

O trabalho que envolve uma protagonista não assusta Manuela do Monte, a sensível Carol de “Chiquititas”, do SBT. Afinal, sua estreia no vídeo também foi em um papel de destaque, na minissérie “A Casa das Sete Mulheres”, de 2003 – que culminou com sua escalação para o posto de mocinha da temporada de “Malhação” exibida no mesmo ano. “Gosto de chegar com o texto decorado e gravo quantas cenas tiver de gravar. Me coloco à disposição da produção sempre. Não sei fazer diferente, deixar pela metade e desrespeitar quem trabalha comigo. Em uma novela, a relação nos bastidores se faz no dia a dia”, ressalta.

E por conta dos índices satisfatórios de “Chiquititas” na audiência – em torno dos 10 pontos –, Manuela terá muito tempo para consolidar ainda mais sua boa relação com a equipe técnica e as crianças que compõem o elenco da trama. No mínimo, 445 capítulos. “Na televisão, tudo depende do ibope. Eu fiquei muito feliz de saber que a trama está agradando. Não me sinto cansada e muito menos desanimada em ficar mais tempo no ar como a Carol. É um privilégio fazer parte do projeto”, justifica.

Com pouco mais de dez anos na televisão, Manuela agora vive um novo momento na carreira. Além de voltar ao posto principal – depois de acumular papéis de menor repercussão em tramas globais como “Paraíso” e “Escrito nas Estrelas” –, a atriz agora se surpreende com o novo público que vem conquistando desde julho do ano passado, quando estreou o remake. Nas ruas, ela se diverte com a atenção dos pequenos e se comove com o assédio dos pais. “Existe muita oferta de programas voltados para crianças e pré-adolescentes na televisão paga. Mas, na TV aberta, havia uma lacuna, fechada com ‘Carrossel’ e agora com ‘Chiquititas’. O carinho é imenso. Algo que nunca tive na minha trajetória. E olha que a repercussão de ‘Malhação’ foi bem grande também”, conta.

Por sorte, Manuela sempre foi muito ligada às crianças. “Tenho seis afilhados e muita vontade de ser mãe. Não dá para assumir um papel desses sem gostar de estar ao lado de crianças”, destaca, entre risos.

Para que “Chiquititas” não caia no marasmo comum de produções que ficam no ar por muito tempo, sensíveis alterações foram feitas pela autora Íris Abravanel e sua equipe. Manuela não teve de buscar novas inspirações para sua personagem, mas garante que, tanto a história de amor envolvendo Carol e Junior, de Guilherme Boury, quanto as situações vividas ao lado da criançada, ganham novas diretrizes. “A personagem vem amadurecendo junto comigo. Novas cenas vão chegando e sinto que Carol segue em uma linha crescente. Encaro cada sequência de forma muito intuitiva. Depois que a gente já sabe o tom do papel, fica muito mais fácil”, entrega.

Perfil Nome completo: Manuela Fialho do Monte

Data de nascimento: 7 de dezembro de 1984

Local de nascimento: Santa Maria (RS)

Signo: Sagitário

Últimos papéis na TV:

Cíntia de “Insensato Coração” (2011), Luciana de “Escrito nas Estrelas” (2010), Tonha de “Paraíso” (2009), Nina Martins de “Páginas da Vida” (2006), Amália Brant da minissérie “JK” (2006), Daniela do humorístico “A Diarista” (2005), Branca das Neves de “Começar de Novo” (2004)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave