Djokovic fará final nos EUA

Em jogo disputado, tenista sérvio bate Isner e, agora, terá mais um duelo com Federer, pela final do Indian Wells

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Djoko foi surpreendido por grande atuação de Wawrinka, mas conseguiu deixar a quadra com a vitória
Divulgação / ATP
Djoko foi surpreendido por grande atuação de Wawrinka, mas conseguiu deixar a quadra com a vitória

Novak Djokovic sofreu um pouco, mas confirmou o seu favoritismo ao vencer John Isner por 2 sets a 1, com parciais de 7/5, 6/7 (2/7) e 6/1, neste sábado, e garantir vaga na final do Masters 1000 de Indian Wells. Com o triunfo sobre o norte-americano, o tenista sérvio irá enfrentar no jogo que valerá o título, neste domingo, o suíço Roger Federer, que horas mais cedo arrasou o ucraniano Alexandr Dolgopolov por 6/3 e 6/1 na outra semifinal. Atual vice-líder do ranking mundial, Djokovic irá travar o seu 33º duelo com Federer, hoje oitavo tenista do mundo, que levou a melhor sobre o rival no último encontro entre eles, nas semifinais do Torneio de Dubai, há duas semanas. No retrospecto geral do embate, o suíço tem pequena vantagem, de 17 vitórias a 15. Essa foi a quinta vitória de Djokovic em sete confrontos com Isner, que obteve seus dois triunfos sobre o sérvio em jogos nos Estados Unidos, primeiro justamente em Indian Wells, em 2012, e depois em outro evento da série Masters 1000, em Cincinnati, no ano passado. Desta vez, como nos dois duelos anteriores, Isner foi um rival duro para o sérvio, que chegou a salvar três set points no primeiro set, antes de reagir e faturar a parcial, na qual o vice-líder do ranking mundial só conseguiu converter um de seis break points. Já no segundo set, novamente equilibrado, cada tenista conseguiu duas quebras de saque, fato que levou a disputa ao tie-break, no qual um confiante Isner foi bem superior e fez 7/2, empolgando a torcida local. Entretanto, o sérvio não se abalou com o revés, obteve duas quebras de saque nas duas chances que teve no terceiro set e garantiu o 6/1 ao confirmar todos os seus serviços, assegurando vaga na aguardada decisão deste domingo, marcada para começar às 16 horas (de Brasília).  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave