Manchester City supera expulsão no início e vence Hull City

Triunfo deixou os Citizens na provisória segunda colocação, com 60 pontos; a equipe poderá ser superada na provisória segunda colocação, com 60 pontos

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

David Silva abriu o caminho para vitória dos Citizens fora de casa
PÁGINA OFICIAL/FACEBOOK/REPRODUÇÃO
David Silva abriu o caminho para vitória dos Citizens fora de casa

O Manchester City se manteve na briga pelo título do Campeonato Inglês ao vencer neste sábado o Hull City por 2 a 0, fora de casa. O time visitante precisou superar a desvantagem numérica, após expulsão do capitão Kompany aos 9 minutos de jogo, para alcançar a 19ª vitória na competição.

O triunfo deixou o Manchester na provisória segunda colocação, com 60 pontos, seis atrás do líder Chelsea, que visita o Aston Villa ainda neste sábado. O Manchester poderá ser superado na tabela por Arsenal e Liverpool, que disputam clássicos no domingo. O primeiro enfrentará o Tottenham, enquanto o segundo duelará com o Manchester United.

O Manchester City levou um grande susto no início da partida deste sábado. Logo aos 9, o zagueiro Vincent Kompany cometeu erro na saída de bola e foi superado pelo rival. Na tentativa de recuperar a bola, fez falta dura na intermediária e levou o cartão vermelho direto.

Com um a menos em campo, o time visitante não se intimidou. E reagiu rapidamente graças ao gol de David Silva logo em seguida aos 14 minutos. Ele finalizou no ângulo e renovou o ânimo do Manchester. Mesmo em desvantagem no número de jogadores, era melhor em campo e criava as melhores chances.

Em uma delas, a bola sobrou para Fernandinho praticamente na marca do pênalti, cara a cara com o goleiro. O brasileiro, contudo, pegou mal na bola e mandou rasteiro à direita do gol, aos 25 da segunda etapa.

Dzeko, porém, não perdoou quando recebeu passe de David Silva. Anotou o segundo dos visitantes aos 40 minutos e sacramentou a vitória, que deve resgatar a confiança do time depois da eliminação na Liga dos Campeões, diante do Barcelona, na quarta-feira passada.