Diego Hypolito frustra expectativas, mas é 3º na Alemanha

Após brilhar na fase de classificação da Copa do Mundo de Ginástica Artística, brasileiro não repete bom desempenho em fase final, e fica com o bronze

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

MATT DUNHAM/ASSOCIATED PRESS
undefined
 

Diego Hypolito fez uma ótima apresentação no solo na fase de classificação da etapa de Cottbus (Alemanha) da Copa do Mundo de Ginástica Artística. Com a nota 15,733 que recebeu na ocasião, teria sido medalhista de prata no Mundial. Mas, neste sábado, ele não repetiu o bom desempenho. Mesmo assim, ficou com o bronze na Alemanha. O brasileiro somou 15,225 pontos e ficou apenas do suíço Claudio Capelli, que fez 15,250 e foi prata, e do russo Denis Abliazin, com 15,525, que levou o ouro para casa. Diego ainda participa, domingo, da final no salto, para a qual ele avançou com a quarta melhor nota. "Hoje (sábado) eu estava um pouco cansado e faltou um pouco de força no final da série, mas fiquei contente por iniciar o ano com uma medalha em uma etapa da Copa do Mundo. Amanhã, no salto, espero fazer uma boa apresentação também. Irei fazer os mesmos saltos da classificatória", contou. Para disputar a Copa do Mundo, Diego não participou dos Jogos Sul-Americanos, em Santiago, onde o Brasil sentiu a falta dele e ficou com a prata por equipes. Em Cottbus, a final da barra fixa domingo, também terá um brasileiro: Pétrix Barbosa, que recebeu a oitava melhor nota na fase de classificação. 15/03/2014 14:52 - FN/ES/GINÁSTICA ARTÍSTICA/DIEGO HYPOLITO Diego Hypolito frustra expectativas, mas é 3º em Cottbus Por Diego Hypolito fez uma ótima apresentação no solo na fase de classificação da etapa de Cottbus (Alemanha) da Copa do Mundo de Ginástica Artística. Com a nota 15,733 que recebeu na ocasião, teria sido medalhista de prata no Mundial. Mas, neste sábado, ele não repetiu o bom desempenho. Mesmo assim, ficou com o bronze na Alemanha. O brasileiro somou 15,225 pontos e ficou apenas do suíço Claudio Capelli, que fez 15,250 e foi prata, e do russo Denis Abliazin, com 15,525, que levou o ouro para casa. Diego ainda participa, domingo, da final no salto, para a qual ele avançou com a quarta melhor nota. "Hoje (sábado) eu estava um pouco cansado e faltou um pouco de força no final da série, mas fiquei contente por iniciar o ano com uma medalha em uma etapa da Copa do Mundo. Amanhã, no salto, espero fazer uma boa apresentação também. Irei fazer os mesmos saltos da classificatória", contou. Para disputar a Copa do Mundo, Diego não participou dos Jogos Sul-Americanos, em Santiago, onde o Brasil sentiu a falta dele e ficou com a prata por equipes. Em Cottbus, a final da barra fixa domingo, também terá um brasileiro: Pétrix Barbosa, que recebeu a oitava melhor nota na fase de classificação. fonte: Agência Estado

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave