Casco Antiguo sob os holofotes

Cenário onde foi realizado filme de James Bond é uma atração à parte

iG Minas Gerais | MARI CAMPOS |

Casarão em Casco Antiguo.
Mari Campos
Casarão em Casco Antiguo.
O centro antigo da Cidade do Panamá, chamado localmente de Casco Antiguo (não confundir com as ruínas do Panama Viejo, o local onde primeiro se estabeleceram os colonizadores espanhóis no século XV), ganhou em 2008 os holofotes internacionais ao aparecer como cenário das aventuras de 007 no filme “Quantum of Solace”. Na realidade, caprichos de Hollywood, o centro da cidade fez o papel de... La Paz, na Bolívia. Mas não se pode negar que, com Daniel Craig e o restante da equipe do filme desfilando por lá durante alguns meses, suas casinhas coloniais e praças atraíram também viajantes internacionais. Em 1997, a região foi declarada patrimônio mundial pela Unesco. Ali ficam bons museus (como o interessante museu do Canal Interoceânico), a Catedral Metropolitana e outros pontos históricos intrínsecos à história do desenvolvimento da capital panamenha de outrora. E, localizada na porção sudoeste da cidade, com visão para a entrada do canal, a área tem também uma das mais interessantes vistas da parte moderna da Cidade do Panamá.   Vida noturna Nos últimos tempos, com tanta evidência, apareceram por ali bons restaurantes, como o Puerta de Tierra, comandado pelo jovem chef Frank Escalona, imperdível, e uma vida noturna invejável, como a cervejaria artesanal La Rana Dorada, o Di Vino Enoteca e o Habana Panama. Há policiamento decente e se instalaram por ali também hotéis-butique. Foi a Canal House, de apenas três quartos (em um dos quais Daniel Craig se hospedou enquanto estava na cidade), numa mansão colonial restaurada (de 1893 e de propriedade de Federico Boyd, pai dos idealizadores), que lançou a onda. Começando com jeito de bed & breakfast refinado, trouxe à cidade o conceito de hotel-butique, com atendimento personalizado para quem se hospeda ali. E ganhou os holofotes, incluindo elogios do jornal “The New York Times”.   Outros atrativos Vale saber que visitar o mirante da Puente de las Americas (que conecta as porções sul e central do continente americano), passear pela Calzada Armador (via que liga o continente a três ilhas vizinhas) e conhecer o Casco Antiguo, as ruínas de Panama Viejo e a própria eclusa de Miraflores (ponto de observação do Canal do Panamá predileto dos turistas) são passeios que, bem organizados, cabem todos num dia. Com projeto de Frank Ghery (mesmo arquiteto do museu Guggenheim de Bilbao, entre outros projetos famosos), o museu da Biodiversidade, a ser inaugurado em breve, conta a história da origem do istmo do Panamá e seu impacto na biodiversidade do planeta em oito galerias concebidas pelo designer.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave