Três amigos são mortos enquanto assistiam televisão em casa

Jovens com idades entre 18 e 20 anos foram baleados várias vezes à queima-roupa; um menor de 16 anos que também foi atingido pelos tiros, se fingiu de morto para tentar escapar dos criminosos

iG Minas Gerais | LUCAS SIMÕES |

A Polícia Civil vai investigar a motivação de um triplo homicídio cometido contra três jovens na tarde desta sexta-feira (14), em Juiz de Fora, na Zona da Mata. Segundo a Polícia Militar (PM), as vítimas foram mortas com vários tiros à queima-roupa, enquanto assistiam televisão em casa. Um menor de 16 anos também chegou a ser baleado, mas fingiu de morto para tentar escapar dos criminosos.

O crime aconteceu por volta das 3h, dentro de uma casa de três cômodos situada na rua Goiás, no bairro São Sebastião. Segundo a PM, dois homens armados com dois revólveres entraram atirando na residência. Os jovens Breno Felipe de Souza Dias, de 20 anos, William  Augusto de Oliveira, de 18 anos,  e Maicon Cletto do Nascimento, de 19 anos, tentaram correr, mas foram atingidos por vários tiros e morreram na hora.

Segundo o tenente Fernando Paulo Coutinho, da 70º Cia do 2º Batalhão de Polícia Militar, um adolescente de 16 anos, primo de Breno Felipe, que também estava na casa, se jogou no chão no momento dos disparos e se fingiu de morto para tentar escapar do tiroteio. Apesar disso, ele foi atingido por sete tiros no tórax, nas costas e nos braços. "O menor estava consciente quando chegamos, mas não conseguiu reconhecer os criminosos", disse o tenente. O adolescente foi socorrido para a Maternidade Santa Terezinha, onde permanece internado em estado grave.

Os dois suspeitos do crime fugiram em uma moto logo após o crime e ainda não foram localizados pela polícia. Na casa das vítimas, a PM encontrou 32 munições, uma porção de cocaína e uma balança de precisão. A Polícia Civil vai investigar agora se o crime pode ter alguma relação com o tráfico de drogas.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave