Duelo forte no lado esquerdo

Com cinco Copas Libertadores no currículo, paraguaio vai para brigar pela titularidade

iG Minas Gerais | Bruno Trindade |

Concorrência. Lateral-esquerdo Egídio espera afastar a desconfiança da torcida estrelada e voltar a atuar bem com a camisa do Cruzeiro
DOUGLAS MAGNO/O TEMPO 26.1.2014
Concorrência. Lateral-esquerdo Egídio espera afastar a desconfiança da torcida estrelada e voltar a atuar bem com a camisa do Cruzeiro

O lateral-esquerdo Egídio foi um dos destaques individuais do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro de 2013. Ele ficou entre os três melhores da posição, foi o segundo jogador que mais acertou cruzamentos, o terceiro com mais êxito nos passes e o sétimo que mais efetuou desarmes na competição. Além disso, foi o terceiro maior garçom da agremiação estrelada no ano passado, com dez assistências, perdendo apenas para Everton Ribeiro, com 15, e Dagoberto, com 11.

Entretanto, mesmo com o bom desempenho e com todos esses números a seu favor, o jogador não conseguiu cair nas graças da torcida estrelada. A contestação aumentou ainda mais em 2014, quando o atleta caiu de rendimento e está longe de reeditar suas melhores atuações com a camisa celeste.

O técnico Marcelo Oliveira reconheceu a queda de produtividade do jogador, mas ressaltou a contribuição dele para a conquista do tricampeonato celeste de 2013 e o seu desempenho individual na disputa nacional. “Ele foi um dos jogadores que mais roubou bolas, embora a sua característica principal seja o ataque, e estava cotado para integrar a seleção do campeonato. Ele alternou um pouco nos últimos jogos, mas é um jogador que se lança muito, é muito disponível na parte ofensiva, e a gente precisa cuidar um pouquinho do espaço ali nas suas costas. Mas é um jogador em quem confio”, declarou Marcelo.

A pressão sobre Egídio aumenta ainda mais pelo fato de, neste ano, o elenco celeste contar com outro bom nome para a posição, o paraguaio Samudio. No ano passado, havia o volante Everton, que também atuava na posição, porém ele estava longe de fazer sombra para o camisa 6. O início do gringo na Raposa foi interrompido por uma lesão. Já recuperado, ele passa a disputar efetivamente a posição.

Mesmo enaltecendo o atual titular da lateral esquerda, o treinador celeste quer ver o paraguaio em campo. Porém, Marcelo Oliveira preferiu não antecipar uma possível entrada de Samudio no time titular. “Penso em utilizá-lo agora contra o Tombense e observá-lo bem, pra ver o desempenho, e aí escalar o time para quinta-feira (contra o Defensor), a partir da próxima segunda-feira”, afirmou.

O paraguaio agrada ao comandante cruzeirense pela experiência que possui e pelo desempenho demonstrado nos treinos na Toca da Raposa II. “O Samudio é um jogador interessante. Além de ter agradado nos treinamentos, tem no histórico a experiência de Libertadores e de fazer parte da seleção paraguaia”, concluiu o treinador.

Retorno

Lucas Silva. O técnico Marcelo Oliveira confirmou o retorno do volante Lucas Silva no duelo com o Defensor, pela Libertadores. O treinador celeste ainda não definiu qual outro volante jogará com ele.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave