Ações simples podem reduzir a conta em pelo menos 30%

Usar lâmpadas fluorescentes e lavar e passar mais roupas de uma só vez ajudam na economia

iG Minas Gerais | Juliana Gontijo |

Com déficit da distribuidoras de energia, que soma R$ 12 bilhões, e que vai fazer a conta ficar mais cara, além do risco de racionamento, o consumidor tem bons motivos para economizar energia. E ações simples podem fazer a conta cair pelo menos 30%. “Além de ajudar no sistema, que é interligado, a vantagem pode ser vista no orçamento”, diz o engenheiro elétrico e professor do Centro de Capacitação em Eletricidade da Loja Elétrica, João Carlos Lima.

De acordo com ele, medidas simples, como trocar as lâmpadas incandescentes pelas fluorescentes compactas, limpar o ar-condicionado, separar roupas para lavar em uma quantidade maior, e fazer o mesmo na hora de passar com o ferro elétrico, além de verificar se a borracha de vedação da geladeira está em dia, podem contribuir para uma economia na conta de luz que pode até superar 30%. “Dependendo das atitudes do consumidor, o percentual pode ser bem maior”, diz.

Ele explica que as lâmpadas incandescentes têm uma média de vida útil de 1.000 horas, enquanto que as fluorescentes, de 10 mil horas. Ao utilizar as fluorescentes compactas, a economia chega a 25%. “As lâmpadas de LED duram ainda mais, em média, 25 mil horas, e são mais econômicas, ainda, embora bem mais caras. Algumas podem chegar a 50 mil horas, só que o preço, em média, é R$ 80”, diz.

Ele conta que a simples troca de lâmpadas num prédio do centro de Belo Horizonte das incandescentes pelas fluorescentes fez a conta do condomínio no ano cair de R$ 20 mil para R$ 4.000.

“Quando se fala em economia de energia, as pessoas pensam muito no chuveiro, que tem potência alta, mas esquecem das lâmpadas que ficam ligadas constantemente”, ressalta.

E se seu refrigerador tem mais de 15 anos, Lima aconselha que o aparelho seja trocado, observando o selos Procel, dando preferência para os classificados como A, mais econômicos. “Dependendo da marca e tipo, a economia feita em um ano na conta de energia paga a geladeira. A conta fica mais barata e o consumidor ainda fica com um produto mais novo em casa”, frisa.

Novos. O mesmo vale para outros tipo de aparelho. “Os mais antigos gastam mais energia. Os televisores de LED e LCD são mais econômicos na comparação com as TVs mais antigas”, diz.

E se a geladeira ainda é nova, mesmo assim, ela merece cuidados. “A borracha de vedação deve ser observada. O teste é simples, basta colocar uma folha e fechar a porta, se ela não cai, está tudo bem. E nunca é demais lembrar de evitar de colocar roupas para secar atrás do refrigerador”, diz.

Outra dica importante é não colocar a geladeira ao lado do fogão e desligar os aparelhos elétricos, como TVs, aparelhos de DVD e microondas em vez de deixá-lo no modo “espera”.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave