Um século de travessias

Canal do Panamá chega ao centenário com diversas expansões; só há 14 anos os EUA devolveram sua gestão ao país

iG Minas Gerais | MARI CAMPOS |

Grandiosidade. Atualmente, as três eclusas do Canal do Panamá (81 km de extensão) permitem 14 mil trânsitos interoceânicos ao ano, em sua maioria navios cargueiros
FRED R CONRAD
Grandiosidade. Atualmente, as três eclusas do Canal do Panamá (81 km de extensão) permitem 14 mil trânsitos interoceânicos ao ano, em sua maioria navios cargueiros

Poucos países e cidades podem ser tão bem definidos por uma única obra. Mas o Panamá e sua capital são. Dividindo norte e sul do continente americano e os oceanos Atlântico e Pacífico, a obra completa um século em operação neste ano, iniciada oficialmente em 1914. Há 14 anos (desde 31 de dezembro de 1999), o canal é administrado nacionalmente, graças ao Tratado Torrijos-Carter em que os Estados Unidos devolveu o canal ao país. São 81 km de extensão do canal, ligando os oceanos Atlântico e Pacífico, e, desde sua criação (começou a ser construído em 1880, mas só foi concluído em 1914), é considerado fundamental para o comércio internacional – Estados Unidos e China são os países que mais o utilizam. Até hoje, os navios são dirigidos ao interior das eclusas por pequenos aparelhos de funcionamento ferroviário. Atualmente, são 14 mil trânsitos interoceânicos por ano, e desde 2007 o canal está em processo de ampliação e melhorias de sua estrutura para dar início a um terceiro conjunto de eclusas. Em Miraflores, o Centro de Visitantes, bem de frente para as eclusas, é um passeio praticamente obrigatório para os visitantes e uma ótima pedida para se conhecer a história da obra no museu, experimentando a sensação de atravessar o canal entre um oceano e outro no simulador e apreciando o intenso trânsito diário de embarcações por ali a partir do mirante panorâmico. O Centro de Visitantes funciona todos os dias, inclusive feriados, das 9h às 17h (US$ 15 o ingresso inteiro para adultos estrangeiros; crianças e idosos têm descontos), e há também restaurante e cafeteria no local.

Obra

Na outra extremidade do Canal do Panamá, em Colón, é possível observar a construção das novas eclusas no Atlântico, parte das obras de ampliação. Ali o mirante fica em meio a um bosque tropical a 50 metros sobre o canal, com funcionamento diário das 8h às 16h. O maior complexo de eclusas fica em Gatún (abre todos os dias das 8h às 16h), que também conta com um centro de visitantes de onde é possível testemunhar a travessia d

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave