Pelo contraste de estilos

Liberdade para criar diferentes composições ajuda a trazer mais intimidade ao projeto

iG Minas Gerais | Ana Paula Braga |

Sóbrio. Neste banheiro, projeto limpo e com ares contemporâneos chama atenção
Lanzi/ Divulgação
Sóbrio. Neste banheiro, projeto limpo e com ares contemporâneos chama atenção

A liberdade de criar espaços e composições com mais identidade tem contribuído para que a tendência de misturar materiais e estilos ganhe fôlego no universo da decoração. Para a arquiteta e decoradora Fátima da Matta, esse cenário contemporâneo é muito bem vindo, já que nos permite experimentar novas tecnologias e sair do óbvio para alcançar detalhes inusitados em projetos com pegada mais simples até a mais arrojada.

Segundo ela, o que diferencia o décor rústico do moderno está exatamente nos materiais utilizados. Madeiras brutas e de demolição, além de pedras e fibras naturais são exemplos que mais caracterizam peças e mobiliários com rusticidade. Já os itens industrializados, como aço, vidro, alumínio e plástico, fazem referência ao estilo contemporâneo.

“O rústico, na sua essência, já é um estilo pesado, pois ele busca a naturalidade da matéria. Por isso, devemos ter o cuidado de usá-lo com peças de tecnologia leves e translúcidas, como vidro e aço, em um ambiente claro e com boa iluminação. Outra dica é atentar para uma decoração mais clean, onde dê espaço para usar o rústico”, pontua.

Para inspirar a produção dos cenários da casa, a profissional aponta uma série de sugestões em que se pode explorar o estilo rústico com o que há de mais moderno no décor. “Alvenarias com tijolos aparentes conjugadas com vidros, forros com telhados aparentes onde podemos usar um lustre de design moderno, bem como assoalhos em madeira natural com um tapete branco. Outra ideia é usar bancadas ou mesas de demolição com cadeiras de polietileno, bancadas de vidro com cadeiras de madeira rústica e demolição em conjunto com as construções tipo light steel framing, que utiliza o aço como principal elemento estrutural”, propõe Fátima.

Quem é fã dos dois estilos e não quer gastar muito com a decoração, pode apostar em alternativas simples e pequenos truques para repaginar o visual da casa, como o uso de flores naturais, madeira de demolição ou um objeto com design moderno. Outra dica é não abusar da quantidade de mobília e itens de decoração. “A medida certa é aquela que traz equilíbrio, deixa sempre espaço para circulação de pessoas e permite a entrada de luz natural no ambiente”, afirma a designer Renata Mourão.

 

Leia tudo sobre: rústicomodernodecoração