Mano diz que não vai jogar a 'vida inteira' com três volantes

Técnico revelou que não gosta da formação, mas que o time se viu num momento difícil e que o mais importante era interromper os resultados ruins

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Mano Menezes quer time ofensivo, semelhante a formação implantada em sua primeira passagem pelo Timão
PÁGINA OFICIAL/FACEBOOK/CORINTHIANS
Mano Menezes quer time ofensivo, semelhante a formação implantada em sua primeira passagem pelo Timão

Mano Menezes afirmou nesta sexta-feira que escalar um meio-de-campo com três volantes foi uma necessidade pontual. O técnico do Corinthians revelou que ele não gosta desta formação, mas que o time se viu num momento difícil e que o mais importante, naquele momento, era interromper a sequência de resultados ruins, o que fez com que ele optasse por tal formação tática.

"Tínhamos uma situação de derrotas sucessivas e isso me fez pensar além das minhas preferências. O técnico tem de ter este entendimento. Não quer dizer que vamos jogar a vida inteira com três volantes", afirmou Mano.

Na entrevista coletiva desta sexta-feira, o técnico foi questionado, por mais de uma vez, se já pensa em escalar o time com dois meias armadores: Jadson, titular absoluto, e Renato Augusto, que agora está 100% fisicamente.

No treino de quinta-feira, Mano escalou o time com três volantes e Jadson na armação, a formação que será usada neste domingo contra o Penapolense, em Penápolis. Na segunda parte da atividade, porém, o técnico sacou Guilherme e colocou Renato Augusto.

"Penso que a partir do momento que eu tenho o Renato Augusto e o Jadson para as meias, tenho a obrigação de pensar no time com os dois. Você começa um trabalho para fazer isto logo ali na frente é normal. Aí você passa a atuar com dois volantes e eles também terão funções diferentes", explicou Mano.

Jadson começa o jogo diante do Penapolense como titular. É uma das novidades do time em relação ao clássico contra o São Paulo (derrota por 3 a 2), quando não pôde atuar por razões contratuais. A outra mudança é o retorno do lateral-esquerdo Fábio Santos, que, recuperado fisicamente, fará sua estreia na temporada.

Para manter as chances de classificação, o Corinthians precisa vencer o Penapolense e torcer por uma derrota ou empate do Ituano, que enfrenta o já classificado São Paulo no mesmo dia e horário. Mano disse vai pensar apenas nos resultados de sua equipe. "Nenhum outro resultado faz sentido para nós se não vencermos o Penapolense. É isso que eu estou passando para os jogadores", avisou.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave